Televisão

Jô diz a Porchat que não sente falta da TV e que Lula o decepcionou

Edu Moraes/TV Record
Jô Soares participa do "Programa do Porchat", na Record Imagem: Edu Moraes/TV Record

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

16/04/2018 18h36

Mesmo sentindo fortes dores no joelho, Jô Soares iniciou a gravação do "Programa do Porchat", na Record, no início da noite desta segunda-feira (16). Ele precisou ser levado até o sofá por três seguranças e uma produtora da atração. "Desculpem, meu joelho está 'fodidíssimo'", justificou o apresentador.

Na entrevista, Jô explicou que machucou o joelho direito remando. "Faço fisioterapia todo dia, 40 minutos de bicicleta e remo em um aparelho. Cheguei a remar em competições na lagoa. Era para eu remar 1.500 metros, mas eu me entusiasmei e remei 4.500. Resultado: 'estrupiei' meu joelho. Logo agora, entro aqui parecendo ter 80 anos", brincou o apresentador, que realmente tem 80 anos.

Jô admitiu que não sente falta da televisão, quase dois anos após ter apresentado a última edição de seu talk show na Globo --a última edição do programa foi exibida no dia 16 de dezembro de 2016.

"Se eu sentisse falta, teria continuado. Cumpri minha meta. Adorava o meu trabalho, adoro conversar e é um prazer estar aqui com você porque é uma pessoa da qual eu gosto e em quem confio. Não posso sentir falta depois de 29 anos e 15 mil entrevistas", afirmou Jô para, minutos depois, abrir um parêntese. "A única coisa da qual sinto falta é do [quadro] 'Meninas do Jô'".

Antes de sair do ar, Jô contou que insistiu para que Silvio Santos fosse o seu último entrevistado, mas revela que caiu em uma mentira do ex-patrão.

"Convidei [Silvio Santos] várias vezes e ele respondeu: 'não dá'. E é cínico. Falei: 'Silvio, estou parando e seria tão lindo que você me desse a última entrevista'. E ele contou a história da cigana que encontrou na Disney e falou que se ele desse entrevista morreria no dia seguinte. Se tivesse dado entrevista para mim, teria que fazer com todos que recusou. Mas sou eternamente grato", minimiza.

Edu Moraes/TV Record
Jô Soares participa do "Programa do Porchat", na Record Imagem: Edu Moraes/TV Record

Polêmica entrevista com Dilma

Em 2015, Jô Soares foi até Brasília e entrevistou a então presidente da República, Dilma Rousseff (PT).  Agora, no "Porchat", o apresentador revela que recebeu ameaças e que teve o muro do seu prédio pichado depois que a entrevista foi exibida.

"Escreveram na minha casa: 'Morra, Jô Soares!'. Mas eu não resolvi concordar", brincou ele, arrancando gargalhadas da plateia. "Sempre vou entrevistar presidente. É que [com a Dilma] eu não debati. Fiz a pergunta que todos fariam e não debati. Ficaram loucos da vida, mas não é minha função. Se eu debato, tomo partido", avaliou.

"Achei um absurdo ela [Dilma] ter concorrido. O combinado era a Dilma [se eleger] uma vez e passar a bola para o Lula, mas estava tão gostoso que ela não passou. Eu também não passaria. Lula me decepcionou".

Jô entrevistou Lula 13 vezes, mas nunca como presidente. A última na véspera da eleição de 2002, vencida pelo petista. O apresentador se decepcionou após Lula, entre outras frases, comparar o hábito de ler ao de andar em uma esteira.

Contratação do SBT e ciúmes de Chico Anysio

Sem citar a data exata, Jô Soares disse que o amigo Carlos Alberto de Nóbrega sugeriu a Silvio Santos a contratação dele para o SBT, mas que isso provocou ciúmes em Chico Anysio.

"Silvio Santos queria contratar alguém da Globo que fizesse barulho na mídia. Carlos Alberto sugeriu Chico Anysio e Jô Soares. Mas se contratasse Chico teria que levar outras 20 pessoas. Mas Jô Soares não. Fui para o SBT e o Chico ficou, disse que nunca veria meu programa. Um mês depois, eu o entrevistei", relembrou.

Emocionado

Em seu momento tiete, Fábio Porchat foi às lágrimas e afirmou que a primeira vez que apareceu na TV foi no extinto "Programa do Jô", em 2002, somente como integrante da plateia. "Talvez seja o programa mais importante da minha vida. Não consigo falar. Vou pensar na minha avó de biquíni", brincou.

Ao fim da entrevista, já na despedida, Porchat sentou-se ao lado de Jô e deu um beijo em sua testa. "Vocês estão vendo por que não tem mais para que eu voltar para a televisão", retribuiu o apresentador.

A edição do "Programa do Porchat" com Jô Soares irá ao ar em duas edições, sem cortes: na quarta (18) e na quinta (19)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
UOL Entretenimento
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Chico Barney
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
TV e Famosos
Redação
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Redação
Colunas - Flavio Ricco
BOL
TV e Famosos
TV e Famosos
Topo