Topo

TV e Famosos

Grazi defende final feliz para Lívia e elogia Marieta Severo:"Grande atriz"

Raquel Cunha/TV Globo
Grazi Massafera e Marieta Severo como Livia e Sophia em "O Outro Lado": filha acabou se arrependendo de apoiar vilanias da mãe Imagem: Raquel Cunha/TV Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

17/04/2018 20h56

No início de "O Outro Lado do Paraíso", Lívia era uma jovem mimada, arrogante e que foi aliada da mãe, Sophia (Marieta Severo), nas maldades, como a de manter Clara (Bianca Bin) internada em um hospício durante 10 anos. Aos poucos, no entanto, a personagem foi revendo suas posturas.

A mudança frustrou alguns fãs da novela que esperavam ver Grazi Massafera na pele de uma vilã desbocada e invejosa. Mas não a atriz que, mesmo já tendo sido indicada a um Emmy pelo papel de uma modelo viciada em drogas em "Verdades Secretas", acredita que talvez ainda não seja o melhor momento de viver uma grande vilã em sua carreira.

"Cada dia foi exercício, não foi frustração, mesmo porque fica guardado essa cartinha na manga e eu assisti Marieta Severo fazendo coisas. Então melhor do que fazer, até porque talvez eu não tenha maturidade para isso, é assistir uma grande atriz fazendo ao seu lado. Para mim foi só experiência", disse no intervalo de uma das gravações da novela, nesta terça (17).

Grazi garante ainda que a regeneração da personagem não foi uma surpresa, e que já sabia desde o início da trama que ela não seria uma "vilãzona".

"Ela nunca foi vilã. Pelo que eu lia, a grande vilã da novela era a Marieta. Não tem como. Até o próprio Gael (Sérgio Guizé), começou a trama batendo. Foi uma novela que teve uma certa ousadia. Mas desde o início eu dizia: 'Ela não é vilã, ela é filha da vilã e tudo pode acontecer numa obra aberta.' Conseguia entender esse desvio de caráter, envolvido pela falta de afeto, o amor. Ai quando chegou a criança, eu fui lidando com a humanidade.", explicou a atriz.

A atriz defende sua personagem e acredita que Lívia tenha sido uma boa mãe, mesmo tendo impedido o contato de Tomaz com sua mãe biológica Clara (Bianca Bin). "Ela criou bem aquele menino. Isso não se pode negar. Dizem que mãe é a que cria, né?".

Como forma de castigo pelas maldades de Lívia, Grazi diz que a lei do retorno para ela será ficar longe do filho.

"Não precisa mais nada que isso. Essa trama todo veio desse grande cérebro que é a Sophia. Ela compactuou, porém ficar sem ele, acho que é o pior dos castigos".

Raquel Cunha/TV Globo
Grazi conta que Livia e Mariano terão final feliz: "Vou para o caminho da luz" Imagem: Raquel Cunha/TV Globo
Final feliz?

A atriz deixa escapar que Lívia terá um final feliz ao lado do seu amor Mariano (Juliano Cazarré). "Ela vai ter um final bonitinho. Grávida, ele não morreu, vou para o caminho da luz. Ela já ganhou uma benção da Mercedes, foi um milagre".

Sem o afeto da mãe de criação, Lívia ouviu muitos desaforos quando Sophia descobriu que o namorado dela era seu amante do garimpo. A atriz torce para que a personagem de Marieta Severo tenha um final sofrido na novela.

"A novela fala na lei do retorno, né?  Eu acredito. Na vida eu pondero muitos os meus atos por isso. Baseado nisso, você consegue imaginar um final para a Sophia que não seja sofrendo? Morrer é pouco. Ela tem que sofrer um pouco. Se ela precisar, não sei se a Lívia vai ajudar porque não é tão legal assim. Acho que ela deve precisar da Estela, que foi quem ela mais maltratou ao longo da vida toda."

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber

Mais TV e Famosos