Televisão

"Minha mãe nunca me blindou", diz Sasha sobre Xuxa

Reprodução/Instagram/sashameneghelszafir_
Sasha faz clique fofo com Xuxa Imagem: Reprodução/Instagram/sashameneghelszafir_

Colaboração para o UOL

17/04/2018 00h13

Sasha Meneghel abriu o coração sobre sua relação com a mãe no "Vai Fernandinha" desta segunda-feira (16). A filha de Xuxa, que estuda Moda em Nova York, conta que não foi criada "no mundo da imaginação".

"Ela sempre me educou para eu tivesse noção do que está acontecendo em volta, sempre conversou sobre tudo comigo. Ela nunca me blindou, sempre me mostrou as tragédias do mundo, o que está certo e errado. Muita gente acha que ela me criou como princesa, né? Mas não", garante.

Sasha gosta de ter crescido com essa perspectiva. "Ela não fez isso de forma que me deixasse traumatizada, sempre foi muito clara e isso foi muito importante na minha criação. Ela é muito direta, fala tudo que se passa na cabeça. Não vai falar: 'não fica assim', diz: 'viu, quem mandou, eu falei para você não fazer isso, quebrou a cara'. Ela faz isso por papel de mãe. Se eu conseguir ser um terço da mãe que ela é...", derrete-se.

A lista de elogios é longa. "Ela é uma pessoa incrível, muito maravilhosa, honesta. Tem um espírito de criança também, todo mundo se sente muito confortável". Mas quem pensa que tudo sempre foi flores, está enganado.

"Hoje em dia não vejo nada negativo, mas crescendo acho que tive uma fase que não queria ficar perto dela na frente dos amigos. Não é vergonha dos pais. Não queria que ela me levasse na escola, ela ficou tão chateada... Mas foi uma fase, passou".

Sasha afirma que busca sempre acertar para não deixar Xuxa chateada. "Tenho medo de decepcionar ela, é um dos meus maiores medos. Imagina aquele olho te olhando triste, e você sabendo que fez aquele olho ficar magoado? Óbvio que já aconteceu, e você se sente a pior pessoa do mundo, mas é errando que se aprende. É a vida".

Aos 19 anos, ela diz que não torra a fortuna da mãe. "Ela sabe que só vou comprar alguma coisa se eu amar. Eu tenho muita noção, principalmente agora que estou trabalhando me sinto menos mal de comprar algo. Minha mãe fala 'Sasha, eu trabalhei minha vida inteira para você não se preocupar'", assume.

A vida nos Estados Unidos vai bem, obrigada. "Estou amando. Nos primeiros seis meses foi difícil me adaptar, americano é muito diferente do brasileiro. Rio de Janeiro e Nova York são muito diferentes. Hoje em dia amo Nova York de uma forma que virou minha cidade".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Redação
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Redação
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Redação
Redação
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Topo