Topo

Famosos

Thais Fersoza lembra parto de Teodoro: "Minha boca tremia"

Reprodução/YouTube
Thais Fersoza Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL

19/04/2018 11h01

Pouco mais de 8 meses após dar à luz Teodoro - seu segundo filho com o cantor Michel Teló, com quem já tem Melinda, de 1 ano e 8 meses -, a atriz Thais Fersoza resolveu dividir com os fãs como foi o parto do garotinho. Em um vídeo em seu canal no Instagram, ela disse que a cesárea estava sendo pensada para o dia 28 de julho.

"Foi muito emocionante! A gente estava meio que estava pensando para programar o Teodoro para nascer no dia 28 de julho. Como eu tinha que fazer mesmo uma cesárea, a gente estava tentando deixar meio que pré-marcado até para o Michel estar junto, participar do momento, ele sempre fez questão", explicou.

Na gravação, Thais lembrou que já fez várias cenas de parto em novelas, mas reconhece que as contrações reais são diferentes das que ela interpretou.

"Sempre fiz muitas cenas de parto, pari muitas vezes em novela. Mas quando eu fazia cenas de parto, as contrações eram aquela coisa. Fiz uma cena em uma minissérie. Se o parto do Teodoro e da Melinda tivesse sido daquele cheio seria um show de horrores. Domingo fomos almoçar na casa do meu cunhado e comecei a achar a barriga diferente. Ela tava grande, estufando. E todo mundo falava que o Teodoro era enorme. Eu falei que achava que tava chegando a hora, a barriga estufava e depois relaxava. Dor no pé da barriga e nas costas. Aquilo que eu estava sentindo eu achei que era pelo neném grande, ele não encontrava mais posição na minha barriga. Não. Eram as contrações", contou.

Na segunda-feira, um dia antes de seu caçula nascer, ela se consultou com sua obstetra e aí recebeu a notícia de que o grande momento estava perto.

"Ela foi fazer o ultrassom e não conseguiu porque eu estava tendo inúmeras contrações, uma atrás da outra. Ela fez o exame e falou: 'Não dá, não consigo fazer o ultrassom. É agora, você está parindo a qualquer momento, ele quer sair, chegou a hora dele. É daqui pro hospital'. Falei: 'Não é bem assim. Eu tenho uma filha de quase 1 ano, eu preciso dar um beijo nela, explicar o que está acontecendo'.  Saí da consulta e vim direto para casa. Peguei a Melinda e expliquei tudo para ela. Arrumei a mala do Teodoro, a minha mala, pegamos a música do Teodoro e fomos para a maternidade", disse.

Por ter uma filha pequena, Thais conta que sentiu sua gestação passar mais rápido. "Na gravidez do Teodoro, sempre foi tudo mais corrido, porque a gente tinha a Melinda para administrar. Ela estava dando os primeiros passinhos. Então a gravidez do Teodoro voou, foi muito rápido", lembrou ela.

Já a caminho da sala de parto, Thais lembra que lamentou que seus pais, que moram no Rio de Janeiro, e seus sogros, de Campo Grande, não estavam presentes.

"Eu pensei friamente que era importante o Michel estar, claro. Mas poxa, família não estava, não vai participar. Aí pensei: 'meus pais não vão estar aqui, vai sofrer isso'. Meus pais, pais do Michel estavam no da Melinda, quando ele (Teodoro) ficar maior vai ficar chateado que as avós não estavam no parto dele. Eu fico sempre achando que o que foi pra ela tem que ser igual pra ele. Não dava pra ninguém vir. Foi muito especial e mágico poder viver esse momento só eu e Michel", disse Thais, que assumiu ter ficado nervosa momentos antes de dar à luz.  "A grande preocupação era que eu tinha uma cicatriz recente de cesárea, elas tinham medo de ter rompimento do útero na cicatriz. Eu falei que estava nervosa, falava e minha boca tremia, minha mão tremia. Eu falei que não queria assim. Ele precisa de ambiente de harmonia e paz para vir ao mundo. Vamos respirar. Respirei, Michel estava comigo o tempo todo. E assim a gente conseguiu se acalmar e fomos para o parto".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!