Televisão

Nascimento de Claudia Leitte teve até polícia, conta mãe da cantora

Reprodução/Globoplay
Claudia Leitte e sua mãe no programa de Fábio Porchat Imagem: Reprodução/Globoplay

Do UOL, em São Paulo

11/05/2018 01h12

Dona Ilna, mãe de Claudia Leitte, contou no "Programa do Porchat" desta quinta-feira (10) a aventura que foi o nascimento da cantora. O parto teve direito a viagem de avião e até polícia.

"Meu marido trabalhava em São Paulo, o contrato ia terminar e eu tinha que parir. A bolsa rompeu, a médica disse 'vamos esperar uns 12, 15 dias'. Era o que eu queria, assim nasceria em Salvador. Fui para o aeroporto, tomei um suquinho e a bolsa rompeu, ela queria sair", recorda.

"Meu marido foi comprar fralda geriátrica. Coloquei cinco, andava com as pernas abertas. Falei para o comandante que estava de sete meses. Prendi a perna e pensei, 'não sai nada'. Quando desci no Rio, mamãe [avó de Claudia] já me botou dentro do carro e correram para a maternidade em São Gonçalo. Como estava em alta velocidade, a polícia parou o carro e comecei a gemer. Cinco dias depois, fomos para Salvador e estava tudo certo", continuou Ilna Leitte.

Vocação

Ela conta que tinha outros planos para a filha. "Desde os 2 anos ela já manifestava esse desejo. Já adolescente ela cantava na noite de vez em quando em barzinho, e quando assinou o contrato para o Babado Novo, estava na faculdade. Eu queria vê-la doutora Claudia, advogada. Depois eu dei apoio, não tem jeito".

Claudia diz como a família reagiu. "Meus pais nem se indispuseram, nem me deram suporte. Diziam 'continue estudando, porque se a música não der certo'... Minha mãe não via futuro", admite, recordando o que fez com o primeiro cachê que recebeu como vocalista do grupo.

"Fiz meu primeiro fim de semana de show no Babado Novo, dei dinheiro em casa e fui pagar os nove meses de faculdade que estavam atrasados. Tinha 17, 18 anos, uma chuva caiu na minha cabeça, atravessei a rua chorando e perguntando: 'senhor, o que quer de mim?'".

A cena que viu em seguida a emocionou. "Tinha uma senhora vendendo na porta da faculdade meia do Babado Novo. Ela não sabia quem eu era porque minha voz chegou primeiro que minha imagem no Nordeste", relembrou a cantora, tendo a certeza de que estava no caminho certo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Chico Barney
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
Chico Barney
TV e Famosos
Colunas - Ricardo Feltrin
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
TV e Famosos
Da Redação
TV e Famosos
Topo