Topo

Televisão

Jornalista da Globo recebe alta oito meses depois de ser baleado na cabeça

Reprodução/TV Globo
O jornalista Alexandre Farias foi atingido na cabeça por uma bala perdida Imagem: Reprodução/TV Globo

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

24/05/2018 18h55

O jornalista Alexandre Farias recebeu alta, nesta quinta-feira (24), do hospital onde permanecia internado, oito meses depois de se tornar vítima de bala perdida no interior de Pernambuco. A informação foi confirmada pelo irmão dele, José Santos Júnior.

"É isso mesmo. Ele está ótimo", comemorou Júnior ao UOL, por telefone. 

Alexandre Farias tinha acabado de apresentar o telejornal local "ABTV - 2ª edição", da TV Asa Branca, afiliada da Globo em Caruaru (PE), e estava a caminho de casa, no dia 16 de setembro, quando ficou no meio de um fogo cruzado entre a polícia e suspeitos que teriam roubado um carro. Ele foi atingido na cabeça por um dos disparos. Os bandidos ainda atropelaram dois socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) na fuga.

O profissional foi levado às pressas para o hospital, passou por um procedimento cirúrgico que durou quatro horas e teve perda de parte da massa encefálica. O tiro acertou na parte frontal da cabeça, pouco acima do olho.

Em março, ele passou por uma cirurgia de reconstrução craniana. Ao UOL, Júnior contou que, após o procedimento, o irmão continuaria em observação para evitar qualquer tipo de infecção ou rejeição à prótese que lhe foi colocada.

Reprodução/TV Asa Branca/TV Globo
Alexandre Farias recebeu alta, nesta quinta-feira (24), oito meses depois de ser atingido por bala perdida Imagem: Reprodução/TV Asa Branca/TV Globo

Mensagem de agradecimento

Alexandre Farias gravou uma mensagem em vídeo, divulgada na noite desta quinta-feira (24) pelo telejornal local "ABTV", da TV Asa Branca. 

"Olá, pessoal. Estou voltando para casa, agora, para continuar o meu tratamento. Quero agradecer a todos, pelas orações, e dizer que a gente continua nessa luta", disse ele.

Prisão de suspeitos

A Polícia Militar realizou poucos dias depois uma operação em um sítio no distrito de Lagoa de Pedra, área rural de Caruaru (PE). Os policiais foram recebidos a tiros.

Três homens foram presos, um morto e um está foragido, de acordo com informações da TV Jornal, afiliada do SBT em Pernambuco. Eles teriam envolvimento no caso de Alexandre Farias.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!