Topo

Televisão

Era cilada! Saiba como acabou a greve de Pedro e Bino em "Carga Pesada"

Reprodução/TV Globo
Pedro (Antonio Fagundes) e Bino (Stênio Garcia) em "Carga Pesada" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

28/05/2018 17h58

A greve dos caminhoneiros completa oito dias nesta segunda-feira (28). Há exatos 14 anos, outros motoristas interditaram uma rodovia para protestar. Foi a famosa dupla Pedro (Antonio) e Bino (Stênio Garcia), protagonistas da série "Carga Pesada", da Globo.

No episódio "Estrada.com.br", exibido em 28 de maio de 2004, Pedro ficou atolado em uma estrada esburacada e se revolta com um discurso parecido com o dos caminhoneiros da paralisação de 2018.

"Se as pessoas lembrassem que é o caminhoneiro que bota comida no prato de cada brasileiro, as estradas não estariam desse jeito, não, tá? Somos nós que levamos arroz com feijão, tá? A madeira, tecido, ferro, combustível, a biela, a rosquinha, o eletrodoméstico, nós que levamos o batom da madame!", disse, indignado, ao amigo Ademir (André Mattos), que se solidarizou com o colega.

"Ninguém lembra disso, Pedro! Ninguém lembra disso! Isso aqui é estrada federal, rapá! O dia que privatizarem ela vai ficar boa, mas aí nós vamos ter que pagar o pedágio, o imposto que a gente já paga e os outros põem no bolso", falou o motorista.

Reprodução/TV Globo
Pedro bloqueia rodovia em "Carga Pesada" Imagem: Reprodução/TV Globo
Pedro, então, decidiu protestar contra as más condições da pista, reivindicação diferente dos caminhoneiros no protesto deste ano: "Alguém tinha que fazer alguma coisa, viu? O brasileiro é muito acomodado, rapaz. Nós tínhamos que interditar essa estrada aqui, fechar isso aqui, reivindicar melhor segurança, exigir respeito, pô! Isso não pode continuar assim!".

O motorista conseguiu o apoio de outros caminhoneiros, mas muitas pessoas se revoltaram ao ver a rodovia interditada e reagiram contrários à manifestação. Até Bino, fiel escudeiro de Pedro, achou que o protesto era uma "cilada".

"Ai, meu Deus do Céu! Pedro tá maluco! Eu não sei se essa é a melhor maneira de conquistar as melhorias, não. Tá cheio de gente aí que não tem nada a ver com isso!", discordou o motorista.

Foi preciso Bino subir em uma caçamba para acalmar os ânimos de quem só queria seguir viagem. Ele apaziguou o protesto e motivou os caminhoneiros a desbloquearem a rodovia.

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber