Topo

Televisão

"O negro no Brasil é cabreiro, tem que estar ligado", diz Ícaro Silva

Reprodução
O ator Ícaro Silva, que se emocionou no "Domingão do Faustão" Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

29/05/2018 01h23

Ícaro Silva contou como aprendeu a lidar com as desigualdades desde cedo no "Espelho" desta segunda-feira (28). O ator disse a Lázaro Ramos que viu a violência de perto na infância e adolescência e de que forma enxerga o preconceito.

"Existe um privilégio que a princípio não parece, que está na injustiça. O negro no Brasil desde sempre tem um passo atrás. Você é cabreiro, tem que estar ligado que horas vai andar na rua, com as forças policiais às vezes...", confessa.

"Eu cresci na periferia da Grande São Paulo nos anos 90, em Diadema, a cidade mais violenta da região. Com 15, 20 anos, eu percebia as coisas que eu queria fazer, mas não tinha espaço. Ser artista negro no Brasil nos faz ter um passo atrás, nosso jogo de cintura está mais ligado".

Vencedor da primeira edição do "Show dos Famosos", do "Domingão do Faustão", ele pretende investir mais nessa área. " Não sou dançarino nem humorista, sinto que sou um performer, um lugar não muito explorado na nossa cultura. O 'Show dos Famosos' me mostrou que as pessoas não estão pedindo isso porque não estão acostumadas", avalia.

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber