Topo

Famosos

"Provas não foram consideradas", diz defesa de Brunet sobre ação contra ex

Bruno Poletti/Folhapress
Luiza Brunet com o empresário Lirio Parisotto em maio de 2016 Imagem: Bruno Poletti/Folhapress

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

29/05/2018 10h57

Luiza Brunet sofreu uma derrota na Justiça na ação de reconhecimento de união estável movida contra o empresário Lirio Parisotto.

Ao UOL, o advogado da atriz, Pedro Egberto da Fonseca Neto, informou que irá recorrer da decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo.

"Ela ficou tranquila, pois já sabia dessa possibilidade [de não ganhar o recurso] porque processo judicial nunca é uma certeza. Ela já estava preparada e agora está decidida a recorrer. Ela sabe dos direitos dela e manteve a serenidade", afirmou Egberto.

O advogado disse por que acredita em uma eventual vitória de Brunet: "As provas que estão nos autos não foram levadas em consideração nesse julgamento".

Luiza Brunet reivindica na Justiça o reconhecimento de união estável de cinco anos com Lírio Parisotto e parte dos bens do empresário relativa ao período em que eles ficaram juntos. Egberto não soube informar quanto, em valores, a atriz teria direito. 

Procurado pela reportagem, o advogado de Lírio ainda não se manifestou até o momento. O processo corre em segredo de Justiça.

Ex de Brunet foi condenado por agressão

Luiza Brunet denunciou Lírio Parisotto por agressão física. Em revelação à coluna de Ancelmo Gois, do jornal "O Globo", a atriz afirmou em 2016 ter sido espancada durante uma viagem do casal a Nova York.

"É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira", disse ela.

O empresário Lírio Parisotto foi condenado a um ano de detenção pela agressão a atriz em junho do ano passado. A condenação foi assinada pela juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti, que é titular da vara de violência contra a mulher, no Tribunal de Justiça de São Paulo. O ex-namorado da atriz e modelo deve ficar dois anos sob vigilância e terá que cumprir serviço comunitário por 12 meses. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!