Topo

Televisão

Diretora da "Escolinha" conta motivo da troca de personagem de Marco Luque

João Miguel Júnior e João Cotta/Globo
Na quarta temporada da "Escolinha", Marco Luque é Patropi e Gui Santana assume papel de Nerso da Capitinga Imagem: João Miguel Júnior e João Cotta/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

30/05/2018 11h57

Gui Santana entra para o elenco da quarta temporada do especial "A Escolinha do Professor Raimundo". O humorista assume o papel de Nerso da Capitinga, que antes era de Marco Luque. O ex-CQC continua no programa, mas, desta vez com o personagem Patropi, que na versão original era vivido por Orival Pessini.

Cleo Velleda/Folhapress
Patropi era interpretado por Orival Pessini na "Escolinha do Professor Raimundo" Imagem: Cleo Velleda/Folhapress

"Sugeriram a troca. Como sou funcionário contratado, me falaram, 'você vai fazer o Patropi'. Eu falei: 'ok'. Não tive muito poder de escolha, só concordei", disse Luque.

Após a gravação de um episódio, na terça-feira (29) nos estúdios Globo, zona oeste do Rio, a diretora Cininha de Paula explicou o motivo da mudança.

"O Pessini quando fazia esse personagem, ele fazia com uma máscara e acontece que o Marco Luque é o único que fica igual a máscara. A semelhança física ficou igualzinha à máscara dele", conta.

Cininha disse que quando Gui Santana foi escalado para a próxima temporada, seu nome foi logo pensado para viver Nerso da Capitinga.

"Me caiu essa responsabilidade de fazer o Nerso da Capitinga. No primeiro momento achei que o Marco Luque estava fora. Depois soube que ele faria outro personagem. É uma coisa um pouco difícil, já que é um personagem consagrado pelo Pedro Bismarck, depois a gente teve o Marco Luque e eu fiquei em terceiro. É fazer essa brincadeira, entrar no universo deste personagem que é ingênuo, se acha esperto, enfrenta o professor", disse Gui.

Estevam Avellar/Globo
Na temporada anterior da "Escolinha", Marco Luque fazia o Nerso da Capitinga Imagem: Estevam Avellar/Globo

O humorista contou que ainda não teve oportunidade de falar pessoalmente com Pedro Bismarck sobre a homenagem no programa.

"Quem me apresentou foi o Mauricio Manfrini. Ele passou uma mensagem pro celular dele quando ficou sabendo que ia fazer o Nerso da Capitinga. Ele ficou muito feliz e eu agradeci através de uma mensagem de celular. Mas a gente ainda não se conhece pessoalmente, é um sonho conhecer o Pedro Bismarck. Acho que ele vai ficar feliz com essa homenagem".

Érico Brás também estreia na quarta temporada da "Escolinha" como Seu Estáquio, personagem interpretado por Grande Otelo no passado.

Fernanda Souza e Kiko Mascarenhas deixaram o elenco nesta temporada por incompatibilidade de agendas.

Otaviano Costa volta a assumir o papel de Ptolomeu. "Deu uma raiva não ter podido fazer a última temporada. A semana que começou a gravação, eu estava estreando meu projeto na rádio Globo, com programa ao vivo. Então ficou impossível. Me deu uma raiva vê-la no ar sem poder estar fazendo. Foi um sentimento ruim mesmo. Mas aí, voltei, e estou muito feliz".

Com 14 episódios inéditos, a "Escolinha" tem previsão para estrear em setembro no Viva e na Globo em novembro.

"Quando vejo essas carteiras só faço bagunça, só faço zona. Era sempre expulso da sala na minha época de escola. Quase tive que estudar em Araruama porque no Rio de Janeiro não tinha colégio que me aceitava mais. Quando gravo, volta tudo na mente e eu boto pra quebrar", diz Otávio Muller, que interpreta Seu Baltazar da Rocha.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!