Topo

Famosos

Val Marchiori é condenada a indenizar Ludmilla após comentário racista

Reprodução/Instagram
Val Marchiori é condenada a indenizar Ludmilla em R$ 10 mil por comentário racista no Carnaval de 2016 Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, no Rio

06/06/2018 10h10

Val Marchiori foi condenada pela 3ª Vara Cível do Fórum Regional da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, a indenizar a cantora Ludmilla em R$ 10 mil.

A socialite fez um comentário considerado racista no carnaval de 2016 na cobertura da Rede TV!. Ao ver a funkeira desfilar na Sapucaí pelo Salgueiro, Marchiori disse: "... A fantasia está bonita, a maquiagem... agora, o cabelo... Hello! Esse cabelo dela está parecendo um bombril gente!".

A juíza Mariana Moreira Tangari Baptista destaca na sentença que não há controvérsia sobre o fato, mas apenas quanto ao conteúdo ofensivo e racista do comentário feito pela apresentadora.

"A decisão foi recebida com surpresa, já que não houve de minha parte qualquer comentário racista. Não sou e nunca fui racista e aguardo, serenamente, que a decisão seja revista no recurso que já está sendo preparado pelo meu advogado", disse Val através de sua assessoria de imprensa.

Val citou o direito à liberdade de expressão para justificar seu comentário e afirma não ter criticado o cabelo de Ludmilla, e sim a peruca usada por ela no desfile. Ela ainda pode recorrer à sentença.

"O vídeo do programa está disponível na internet e nele está muito claro que a primeira ré insiste em comparar o cabelo da autora a um bombril, ainda que os apresentadores do programa tenham tentado impedir que ela continuasse a ofender a autora, afirmando que se tratava de um aplique e não do cabelo da cantora", escreveu a magistrada.

A sentença diz ainda que a liberdade de expressão deve ser exercida com responsabilidade, respeitando outros direitos constitucionalmente tutelados, notadamente o da dignidade da pessoa humana.

"O comentário feito por ela (Val Marchiori) não teve nenhum conteúdo jornalístico, informativo e útil para os telespectadores. Na verdade, foi um comentário depreciativo e racista, apto a causar dano moral à autora", disse a juíza.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!