Topo

Televisão

Unido no palco por Silvio, casal está junto há 50 anos: "Nosso cupido"

Arquivo pessoal
Primeiro casal formado por Silvio Santos no programa "Casamento na TV" Imagem: Arquivo pessoal

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

11/06/2018 04h00

Há 50 anos, Cleide e Valdir Garzin tiveram umas das experiências mais marcantes de suas vidas: eles subiram ao altar com Silvio Santos em uma cerimônia transmitida pela televisão. Primeiro casal formado no "Casamento na TV", apresentado pelo "patrão" ainda na Globo, eles oficializaram a união em 8 de junho de 1968.

Arquivo pessoal
Valdir e Cleide se conheceram no "Casamento na TV" e, posteriormente, oficializaram a união com a bênção de Silvio Santos Imagem: Arquivo pessoal
O programa que unia casais havia ficado famoso com o apresentador Raul Longras. O formato, no entanto, era o mesmo.

Em "Casamento na TV", homens e mulheres solteiros se inscreviam em busca de suas almas gêmeas. Se o relacionamento vingasse, eles se casavam em cerimônia paga pelo programa. O encarregado de serviços gerais de São Bernardo do Campo (SP) foi o primeiro candidato a ser chamado ao palco -- aquele que deveria escolher qual das candidatas queria namorar. O que ninguém soube na época é que Valdir não estava exatamente disponível -- pelo menos pouco antes de ser chamado para participar do programa, ele ainda estava em um relacionamento.

"O Silvio tinha acabado de lançar o programa e minha irmã escreveu uma carta para me inscrever. Eu namorava, mas não era nada sério e na hora que entrei nessa deixei a outra", diz, aos risos o paulista de 71 anos. Bonitão, ele afirma orgulhoso que mais de uma centena de cartas foram enviadas à produção. Quarenta moças foram selecionadas para disputarem o coração dele no palco.

Se foi difícil de escolher uma pretendente? Valdir se diverte: "É bom ter bastante opção, né? Melhor do que uma só! Em relação às outras mulheres, ela era a mais simples e por isso a escolhi".

Arquivo pessoal
Matéria da revista "Melodias" sobre o programa "Casamento na TV" com Silvio Santos Imagem: Arquivo pessoal

Entrevista com Silvio

Arquivo pessoal
Silvio Santos foi padrinho do casamento de Cleide e Valdir, transmitido pela TV em 1968 Imagem: Arquivo pessoal
 

Aos 68 anos, Cleide se recorda com precisão do dia em que viu pela primeira vez o futuro marido: na tela da TV. Se foi a amor à primeira vista? Ela admite que, ao ver o anúncio na TV, não levou muito a sério e se inscreveu meio que de brincadeira.

"Estava assistindo ao programa e falei para o meu irmão: 'Vou me inscrever'. A noiva dele até falou: 'Duvido'. Pensei que era tudo combinado e que nem iam me chamar. Nem sabia escrever carta... Tive que pedir ajuda no meu trabalho. Passaram uns dois, três dias e minha mãe me falou que estavam me chamando na rádio para fazer uma entrevista", lembra ela, na época com apenas 18 anos.

Depois de passar por uma entrevista com o próprio Silvio Santos, foi selecionada para o programa com as outras concorrentes. A mesma "simplicidade" que a fez se destacar aos olhos do marido, fez Cleide achar que não seria escolhida.

"Eu era praticamente a mais simples de todas. Tinham umas moças muito mais bem vestidas. Tinha uma que até falava que o pai era fazendeiro. Fiquei no meu canto quietinha e ele me escolheu. Não esperava porque as outras meninas ficavam olhando para ele e eu ficava no meu canto".

Casal formado, eles voltaram ao "Casamento na TV" para apresentar os pais e, um ano depois, se casaram, tendo o "patrão" como padrinho. Valdir e Cleide ainda retornaram ao programa com a primeira filha, Catia, recém-nascida. Os dois tiveram mais dois filhos, Vagner e Claudia, e cinco netos.

"O Silvio foi uma grande pessoa que entrou na nossa vida. Ele foi o nosso cupido. Nunca esperávamos que isso fosse acontecer e graças a Deus deu certo. Gostaria de voltar a vê-lo para ele saber que a nossa união deu certo graças a ele. Eu nem sei se ele ainda lembra disso. Quem sabe ele não lembra, né?", diz a dona de casa. 

Arquivo pessoal
Cleide e Valdir com os filhos e netos; em 2018, o casal formado por Silvio Santos comemora bodas de ouro Imagem: Arquivo pessoal
 

O dia do casamento

O primeiro casal formado por Silvio na TV trocou alianças na Igreja da Consolação, em São Paulo, em uma cerimônia que contou com outros pares formados no programa. Na lembrança de Cleide, o dia foi tão emocionante quanto tumultuado.

"Teve até guarda que precisou apartar [o público]... Mas foi uma emoção muito grande. A gente fica até meio deslumbrado. Tem gente que até hoje não acredita que isso aconteceu", afirma.

Como padrinho, Silvio deu de presente aos recém-casados móveis para a nova casa, além de eletrodomésticos."Ele também deu a primeira televisão que eu tive", conta, orgulhosa. 

O casal completou bodas de ouro na última sexta, mas longe dos holofotes e do tumulto da comemoração de 50 anos atrás. "Não temos dinheiro pra festa, mas uma reunião pode ter, né?", planejava ela.