Topo

Televisão

Em estreia, "comentarista" Lula isenta juiz de culpa por empate do Brasil

Do UOL, em São Paulo

18/06/2018 19h12

Preso há mais de dois meses, Luiz Inácio Lula da Silva estreou nesta segunda-feira (18) como comentarista da Copa do Mundo no programa "Papo com Zé Trajano", da TVT (TV dos Trabalhadores), mantida pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região.

Em seu primeiro comentário, o ex-presidente isentou a arbitragem pelo empate entre Brasil e Suíça, no último domingo. Jogadores da seleção reclamaram de uma falta no zagueiro Miranda, que originou o gol do time europeu, e de um pênalti não marcado em Gabriel Jesus.

"A culpa pode ser do momento psicológico da estreia, pode ser da falta não marcada no Miranda no lance do gol da Suíça, pode ser do pênalti não marcado no Gabriel Jesus. Sinceramente, o fato é que não jogamos bem e o adversário fez o que tinha de fazer, que era impedir o jogo do Brasil", opinou.

Reprodução/TVT
Preso, Lula comenta estreia do Brasil na Copa do Mundo por meio de texto narrado na TVT Imagem: Reprodução/TVT

Lula também criticou o jogo violento da Suíça, especialmente sobre Neymar, que sofreu dez faltas na partida: "A Suíça também queria ganhar e tinha duas opções: ou jogar melhor que o Brasil ou não deixar o Brasil jogar. E foi o que fez: marcou forte, de forma muito dura, e não deixou a seleção jogar. Também não deixou o Neymar jogar, fazendo faltas e faltas. Além disso, o Neymar tentava, sem êxito, carregar a bola. Não conseguiu".

Reprodução/TVT
Lula comenta Copa do Mundo na TVT Imagem: Reprodução/TVT
Como não pode aparecer na TV por estar preso, Lula enviou ao programa seu comentário por escrito. O texto foi anunciado por José Trajano e lido por um narrador, no quadro "GoooooLula". O ex-presidente tem em sua cela um aparelho de TV, pedido por ele para assistir aos jogos do Corinthians.

O líder petista está preso desde 7 de abril na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. O ex-presidente foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro referentes ao caso do tríplex do Guarujá, litoral de São Paulo.

Trajano manda Boris Casoy "plantar batata" após crítica

Reprodução/TVT
José Trajano rebate críticas por colocar Lula como comentarista da Copa do Mundo Imagem: Reprodução/TVT
José Trajano também isentou o juiz mexicano César Ramos e atribuiu o empate à fraca atuação da seleção brasileira. "Jogar para cima da arbitragem é mole, né?", disse ao convidado do programa, o cantor Chico César.

Outro convidado, o jornalista Gerd Wenzel, perguntou quando iria ao ar o próximo comentário de Lula. Trajano respondeu que depende da empolgação do ex-presidente: "Estamos conversando, vendo a periodicidade das colunas do Lula. Se ele se empolgar, tomara que ele se empolgue com isso, porque ele está vendo a Copa do Mundo, gosta muito de futebol, ele pode mandar a coluna a hora que quiser, porque o espaço estará sempre aberto ao presidente Lula".

O apresentador também explicou por que um imitador da voz de Lula não leu o comentário: "É claro que a gente não ia colocar alguém imitando o Lula falando porque não teria sentido, porque seria uma coisa ridícula, não é uma brincadeira. A voz é do Helvídio Mattos lendo, não interpretando, o texto que foi enviado por ele para a gente apresentar com exclusividade".

Trajano aproveitou para rebater as críticas que recebeu de jornalistas por colocar Lula como comentarista da Copa, mesmo preso por corrupção.

"Quero que Boris Casoy vá plantar batata! Ele é um velho ultrapassado que se segura nos comentários não sei como. Trabalhei com ele muito tempo na Folha, até não era um mau jornalista, mas é um jornalista que não tiro meu chapéu. A opinião dele não levo a sério, assim como de Marcelo Madureira, desse pessoal da Jovem Pan, que tentou ridicularizar dizendo que isso não é jornalismo. É jornalismo sim! Vocês que não sabem fazer jornalismo. Não venham falar para um cara que tem 50 e tantos anos de profissão. Não ensinem a missa ao vigário", criticou.

Leia a íntegra do primeiro comentário de Lula sobre a Copa do Mundo:


TREINO É TREINO, JOGO É JOGO
"O jogo de estreia da seleção demonstrou uma máxima do futebol que sempre repetimos: treino é treino e jogo é jogo.
Jogo de eliminatórias é uma coisa e jogo de Copa do Mundo é outra. E foi exatamente o que aconteceu.
O Brasil entrou com o que tem de melhor, a Suíça, também. O Brasil queria ganhar, a Suíça também. Como fazer?
Pelo histórico das seleções, o Brasil teria de vencer. Afinal, é a única seleção pentacampeã e, portanto, amplamente favorita.
A Suíça também queria ganhar e tinha duas opções: ou jogar melhor que o Brasil ou não deixar o Brasil jogar. E foi o que fez: marcou forte, de forma muito dura, e não deixou a seleção jogar.
Também não deixou o Neymar jogar, fazendo faltas e faltas. Além disso, o Neymar tentava, sem êxito, carregar a bola. Não conseguiu.
A culpa pode ser do momento psicológico da estreia, pode ser da falta não marcada no Miranda no lance do gol da Suíça, pode ser do pênalti não marcado no Gabriel Jesus.
Sinceramente, o fato é que não jogamos bem e o adversário fez o que tinha de fazer, que era impedir o jogo do Brasil.
Vamos nos preparar para a próxima, na sexta-feira, sem menosprezar a Costa Rica. Afinal, todo sabem que um dia o pequeno Davi venceu o gigante Golias.
Toque final:
Duas coisas ficaram provadas na primeira semana da Copa: a Alemanha não é invencível e, entre os maiores craques, só o Cristiano Ronaldo fez por merecer. O resto é conversa pra mesa de bar."
Abraços do Lula