Topo

Famosos

Famosas protestam contra vídeo machista de brasileiros na Copa

Reprodução
torcedores brasileiros em vídeo machista na Rússia Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

18/06/2018 15h20Atualizada em 19/06/2018 10h44

Diversas famosas criticaram e protestaram contra o vídeo machista de brasileiros constrangendo uma estrangeira na Copa. No registro, uma mulher, que aparentemente não fala e não entende português, é rodeada por homens que usam a camiseta da seleção brasileira e que pedem para ela repetir "boceta rosa".

Em seu Instagram, Bruna Linzmeyer compartilhou o vídeo, sem mostrar o rosto da mulher, e desprezou a atitude dos rapazes. "Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha", escreveu ela, usando as hashtags "Machismo na Copa" e "Não passarão".

O post ganhou apoio de outras atrizes. "Me manda essa nojeira? Quero divulgar esses babacas", comentou Ingrid Guimarães. "Nojo", declarou Giullia Buscacio. "Que vergonha, Meu Deus", disse Laura Neiva.

Outras famosas, conhecidas por sua luta contra o machismo e preconceito, também se pronunciaram. Ivete Sangalo lamentou: "Nesse vídeo, desde o momento que recebi, vejo uma infinidade de equívocos. Lamentável que muitos de um mesmo grupo participem desse papelão machista. Falta de lisura, de educação, de hombridade. Sinto tanta vergonha por vocês, garotos".

A apresentadora Eliana também se posicionou: "Cresçam como seres humanos, melhorem seus valores, peçam desculpas e aprendam que ninguém mais vai tolerar estas ofensas, tamanho desrespeito e este machismo que certamente deve enojar suas esposas, mães e filhas. Que vergonha. Vocês não representam o Brasil do bem". 

"Que vergonha", publicou Gaby Amarantos. "Inacreditável", opinou Alice Wegmann. "Boçais", escreveu Carol Duarte. Solange Couto publicou uma charge e expressou: "Desculpa, Rússia!".

Mas se engana quem pensa que somente as mulheres  criticaram a atitude dos homens com a estrangeira. Alguns atores também se pronunciaram no post de Linzmeyer.

"Que vergonha, que nojo, que vergonha", esbravejou Ícaro Silva. "Vergonhoso", afirmou Danton Mello. "Vergonha", comentou Michel Melamed.

Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha. #MachismoNaCopa #NãoPassarão

Uma publicação compartilhada por bruna linzmeyer (@brunalinzmeyer)

em

Não é engraçado. É machismo, misoginia e vergonha, muita vergonha. #MachismoNaCopa #NãoPassarão

Uma publicação compartilhada por Nathalia Dill (@nathaliadill)

em

Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha. #MachismoNaCopa #NãoPassarão

Uma publicação compartilhada por Débora Nascimento (@debranascimento)

em

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!