Topo

Segundo Sol

"Me perguntam se é pecado amar a Rochelle", diz Lancelotti sobre vilã

Divulgação/TV Globo
Giovanna Lancellotti revela ter ficado assustada por fazer uma vilã no escuro antes da estreia da novela Imagem: Divulgação/TV Globo

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

26/06/2018 04h00

Laureta (Adriana Esteves) e Karola (Deborah Secco) podem ser más, mas são elas mesmas as vilãs de “Segundo Sol”? Parece que o público que assiste à novela de João Emanuel Carneiro elegeu outra personagem como a malvada da história. Gananciosa, ardilosa, ingrata e tremenda mau-caráter, a Rochelle de Giovanna Lancellotti é tudo isso, mas, ainda assim, a caçula sem muito filtro e ácida da família Athayde não é tão odiada. Segundo sua intérprete, existe até uma torcida a seu favor.

“Assisto à novela acompanhando as redes sociais, recebo muitos comentários sobre as atitudes da Rochelle e nada ofensivo. Pelo contrário. As pessoas adoram os absurdos que ela fala, as opiniões ácidas e até me perguntam se é pecado ama-lá", conta Giovanna, aos risos. "No início, fiquei assustada porque fazer um personagem no escuro é difícil, ainda mais uma vilã, mas depois que a novela estreou fui me soltando. E sabendo que as pessoas estão gostando a tendência é me libertar mais, me divertir mais".

Reprodução/TVGlobo
Aos 25 anos, Giovanna Lancellotti está na sua sexta novela na TV Globo Imagem: Reprodução/TVGlobo
Aos 25 anos e em sua sexta novela na Globo, a paulista de Ribeirão Preto afirma que o sotaque baiano não tem sido um grande problema.

“É um exercício diário, mas não é nada tão complicado porque como a Rochelle é bem patricinha, estou pegando mais a sutileza, a musicalidade e deixando as gírias de fora. Eu já tinha feito uma novela na Bahia, “Gabriela”, e tinha um certo registro que acabei lembrando. Outro fator que ajuda muito é que o elenco todo tem o sotaque baiano e aí você acostuma", assume a atriz.

Para confundir ainda mais os fãs, uma troca de casais deve ocorrer em breve entre a vilã e a irmã Manu (Luisa Arraes) na história, o que a atriz aprova.

"A Rochelle dá em cima do Acácio (Danilo Ferreira) para provocar a Manu. Quando esta dá em cima do Narciso (Osmar Silveira), ela acha perfeito e dá o troco. Só que o Acácio desperta nela um lado diferente, uma curiosidade. Ela é super preconceituosa, racista e ele veio para quebrar isso. Acho que ele pode trazer um pouco de humanidade para Rochelle", diz Giovanna, que também diz não ter dificuldade para protagonizar as cenas de sexo.

“Tudo está bonito e não é aquela coisa explícita, porque as mulheres estão sempre de lingerie, as cenas são fechadas e os detalhes estão nas mãos e nos toques. Tudo de muito bom gosto e cuidado”, explica. 

Rochelle vai se dar mal

Sobre as cenas dos próximos capítulos na trama das 21h, Giovanna contou que Rochelle vai se mostrar ainda mais malvada aos descobrir que Severo (Odilon Wagner) guarda milhões de dólares num container e chantagear o avô. Sem conseguir o dinheiro para o blog, ela entrega o segredo do empresário para seu maior inimigo Roberval (Fabrício Boliveira) e acaba se dando mal.

“Ela se acha muito esperta e que está no poder. Só que o avô muito mais esperto e tudo dá errado. O resto eu não sei. A gente recebe blocos de capítulo e eu não fico querendo saber o que vai acontecer lá na frente”.

Mas Giovanna já prevê o susto que Rochelle vai ter ao descobrir que Zefa (Claudia Di Mauro) é sua avó, mãe de Edgar (Caco Ciocler) e Roberval. “Quando ela descobrir vai ser uma tapa na cara bem dado. Tudo que ela acreditou, era uma mentira. Rochelle terá que ressignificar todas as suas ideias", observa a atriz que aponta o ciúme de Manuela como explicação para esse comportamento agressivo de sua personagem com a família.

"Ela teve um educação muito liberal, teve tudo, mas faltou afeto e faltou também atenção que acabou indo para a Manu, quando ela foi adotada. Eu acho que na cabeça da Rochelle, a família gosta mais da irmã e por isso essa revolta", finaliza Giovanna.

Reprodução/TVGlobo
As irmãs Rochelle (Giovanna Lancellotti) e Manu (Luisa Arraes) vivem brigando na mansão dos Athayde Imagem: Reprodução/TVGlobo