Topo

Televisão

"Não se equipara casamento gay ao de homem e mulher", diz padre Manzotti

Reprodução/Rede TV!
Padre Reginaldo Manzotti no "Superpop" Imagem: Reprodução/Rede TV!

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 00h46

Padre Reginaldo Manzotti falou de polêmicas de sua vida e da igreja católica no "Superpop" desta segunda-feira (25). Ele comentou a acusação que sofreu em janeiro de que teria engravidado uma jovem de 21 anos.

"Quem plantou [esse rumor] era alguém próximo que queria me destruir. Criaram uma notícia falsa. Eu sabia que não era verdade, a minha preocupação era com as pessoas que me acompanham, que muitas vezes ouvem a primeira notícia mas não a segunda, acreditando que o que ouviram é real. A verdade demora, mas aparece", afirma.

O padre opina sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo. "Acolher a pessoa do jeito que ela é é diferente de estabelecer aquilo como regra. Não pode se equiparar um casamento gay com um casamento entre homem e mulher. A verdade tem que ser buscada", analisa, fazendo também um balanço do papel da igreja ao longo do tempo. "A igreja não é retrógrada, é morosa para tomar decisões. Ela mais acertou do que errou".

Manzotti atacou rituais que não fazem parte das práticas do catolicismo. " Não quero dizer que a macumba é de uma religião apenas, existem macumbeiros que se dizem católicos, espíritas, que mexem com o diabo. É uma ação maligna para tirar a vida, acabar com o casamento, trancar a rua de alguém... Tem gente que paga para a pessoa rezar pra outra perder a criatividade".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!