PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Cátia Fonseca faz pompoarismo e quer doar corpo para pesquisa quando morrer

Cátia Fonseca - Renato Stockler/Band
Cátia Fonseca Imagem: Renato Stockler/Band

Colaboração para o UOL

03/07/2018 15h25

Cátia Fonseca deu uma entrevista divertida para o canal do jornalista Álvaro Leme no YouTube. Com mais de 20 anos de carreira e conhecida na televisão por fazer muitos merchans, a apresentadora do "Melhor da Tarde", da Band, participou de uma brincadeira em que eles tinham que adivinhar que produto ou marca o outro representava.

Durante o jogo, Cátia acabou revelando uma intimidade quando tentou descobrir o que Álvaro era. "É um pesinho de pompoarismo?", perguntou ela, que confessou ser adepta da prática, que se trata de um conjunto de exercícios para fortalecer a musculatura genital feminina. "É bom para deixar fortalecido o assoalho pélvico, eu tenho em casa, eu faço", continuou ela.

A apresentadora também lembrou da época em que vendia caixões. "Na verdade, era um plano funerário. Eu vendia superbem, viu? Vendi bastante."

Foi nesse momento que Cátia avisou que pretende doar seu corpo para a ciência. "Quando eu morrer, não precisa chorar. Liga lá na USP e fala: ‘A criatura morreu, serve aí para vocês ficarem fuçando, ver como era o corpo? Então leva’. Uma doação. A faculdade de medicina precisa disso, minha família inteira já sabe disso", explicou.

A apresentadora ainda falou sobre uma das pessoas mais conhecidas quando o assunto é "merchan": Aracy Wolf, da Top Therm. "Conheço desde quando éramos adolescentes. Éramos vizinhas. Vi o nascimento da empresa e começou com os iogurtes", disse.

Famosos