PUBLICIDADE
Topo

Televisão

"Todo mundo pode errar", diz youtuber e ator do SBT sobre caso Cocielo

O youtuber Pedro Rezende, conhecido como Rezende Evil - Reprodução/Instagram
O youtuber Pedro Rezende, conhecido como Rezende Evil Imagem: Reprodução/Instagram

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

25/07/2018 04h00

Protagonista da nova série "Z4", do SBT, Pedro Rezende, mais conhecido como Rezende Evil, youtuber com mais de 18 milhões de inscritos em seu canal, falou sobre a responsabilidade diante de sua audiência.

Recentemente, o youtuber Júlio Cocielo perdeu uma série de campanhas publicitárias após ser acusado de racismo por conta de um comentário no Twitter. Logo depois, uma série de tweets antigos do influenciador digital foram revelados, no qual ele fazia outras afirmações preconceituosas.

O youtuber Júlio Cocielo - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
O youtuber Júlio Cocielo perdeu contratos publicitários após post considerado racista
Imagem: Reprodução/Instagram
"Todos os youtubers têm que tomar cuidado com o que postam, com o que falam, a gente sempre tem milhares de seguidores. E todo mundo é suscetível ao erro. Tenho que tomar muito cuidado com o que vou postar ou vídeo que vou fazer. Mas todo mundo pode errar", disse em entrevista ao UOL.

Apesar de frisar seu cuidado com o que produz, Pedro diz não prestar atenção às críticas. "Não sou muito de ler comentário, são muitos. Posto quatro vídeos por dia, se for ler todos, não vou ter tempo de fazer os vídeos. Provavelmente já devem ter me criticado, mas é impossível encontrar alguém na internet que não tenha sido criticado."

Medo de dançar

Quando estreou no YouTube, Pedro ganhou popularidade ao fazer vídeos sobre o jogo "Minecraft". Entretanto, logo ele percebeu que precisava expandir seus horizontes. 

"Há um ano e meio, estava meio pra baixo. Tinha 12 milhões de inscritos e já tinha feito muita coisa. Tudo isso com 'Minecraft'. Daí percebi que o YouTube estava tirando um pouco do espaço do game e dando mais para outras tendências. Vi que as pesquisas por 'Minecraft' também estavam diminuindo. Pensei: 'Como vou fazer?"

Foi quando Pedro decidiu investir em novos conteúdos, que vão de vlogs, falando diretamente para a câmera e até dançando funk. Funcionou e, após mudar o formato, ele bateu seu recorde de acessos no canal.

Os protagonista da série "Z4": Pedro Rezende, Gabriel Santana, Matheus Lustosa e Apollo Costa - Gabriel Cardoso/SBT - Gabriel Cardoso/SBT
Os protagonista da série "Z4": Pedro Rezende, Gabriel Santana, Matheus Lustosa e Apollo Costa
Imagem: Gabriel Cardoso/SBT

Depois de construir um verdadeiro império, que inclui livros, uma sociedade em um restaurante e uma marca de roupas, Rezende encara um novo desafio: atuar na televisão. Na série, uma parceria do SBT com o Disney Channel, Pedro dá vida a Luca, que também é um youtuber.

Charmoso e bonito, ele é convidado por Zé Toledo (Werner Schunemann) para integrar a boy band Z4, mesmo não possuindo muito talento. O empresário, que fez muito sucesso nos anos 80, vê no grupo a oportunidade de se reerguer. 

Pedro diz que atuar sempre esteve no seu radar. Em entrevista ao UOL, dias antes do lançamento da série, ele confessou que não teve medo de cantar, porém, enfrentou um problema para viver seu personagem. "Problema é dançar coreografado. Foi complicado”, conta, aos risos.

Ele também diz ter sido atraído pelo roteiro logo de cara. "Fui convidado pela Dani [Buscoli, fundadora da Formata Produções, que produz a série]. Eu me animei porque gostei bastante do roteiro, era muito parecido com uma série que eu assistia quando era criança, que chama ‘Big Time Rush’. Não podia deixar o meu canal de lado, então organizamos as datas."

Televisão