PUBLICIDADE
Topo

Garçom processa Fiuk e pede R$ 30 mil na Justiça por dano moral

O cantor e ator Fiuk - Reprodução/Instagram
O cantor e ator Fiuk Imagem: Reprodução/Instagram

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

02/08/2018 11h44

Um garçom do Hotel Sheraton do Leblon, zona sul do Rio, está processando Fiuk por dano moral e pede R$ 30 mil de indenização. De acordo com informações do processo, o profissional diz que o ator o acusou injustamente de furto de um celular.

Procurada pelo UOL, a assessoria de Fiuk disse que ele não irá se pronunciar sobre o assunto.

Segundo o autor do processo, o artista se dirigiu à recepção do estabelecimento e o acusou do furto durante serviço de quarto para retirada de louça suja.

Ainda de acordo com o garçom, que ingressou com uma ação na 8ª Vara Cível do Rio, após a chegada da polícia, que não encontrou nada com ele, Fiuk não se desculpou e continuou ofendendo-o pelo ocorrido.

O processo corre na Justiça desde novembro de 2014.

Famosos