PUBLICIDADE
Topo

Famosos

"Difícil de assistir", diz Deborah Secco sobre cena de violência em novela

Vladimir Brichta e Deborah Secco em cena de "Segundo Sol" - Reprodução/Instagram
Vladimir Brichta e Deborah Secco em cena de "Segundo Sol" Imagem: Reprodução/Instagram

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

03/08/2018 08h14

Na noite de quinta-feira (2), foi ao ar em "Segundo Sol" uma cena em que Karola, interpretada por Deborah Secco foi violentada por Remy, papel de Vladimir Brichta. Pouco após a exibição, a atriz usou sua conta no Instagram para refletir sobre a situação vivida por sua personagem.

"Hoje vi pessoas angustiadas com a cena de violência entre Remy e Karola. É violência, sim. É absurdo, sim. É difícil de assistir, sim. Mas o que seria da arte se não fosse a provocação? Se não nos fizesse chorar, rir, nos indignar... ? Pra quem não viu, a cena foi a vilã sendo sexualmente violentada pelo amante. Pode até ter existido quem se divertiu com a dor dela, ter achado que ela merecia, mas a maioria me perguntou se eu tinha enxergado a violência da cena. Claro que enxerguei. Claro que sentimos isso na hora de gravar. Claro que pensamos em quem passa pela situação. Mas que bom! Que bom ver o papel provocador da arte se implementar em forma de indignação. Essa é a nossa função na sociedade", refletiu a atriz.

Mais cedo, também nas redes sociais, Deborah respondeu a um fã sobre a possível morte de Remy e consequente saída de Vladimir da trama. "Mas se for, torço para que seja no último capítulo. Vlad é gênio pra sair cedo!", declarou.

Famosos