PUBLICIDADE
Topo

Televisão

"Não tenho raiva da Globo", diz Bibi da vida real após processo

João Bravo, o Dedé, com a Bibi da vida real, Fabiana Escobar, e a Bibi da ficção, Juliana Paes - Reprodução/Instagram
João Bravo, o Dedé, com a Bibi da vida real, Fabiana Escobar, e a Bibi da ficção, Juliana Paes Imagem: Reprodução/Instagram

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

07/08/2018 07h06

Fabiana Escobar, que ficou conhecida como Bibi Perigosa e deu origem à personagem de Juliana Paes na novela "A Força do Querer", ano passado, falou no "Superpop" de segunda-feira (6) sobre o processo que move contra a Globo afirmando não ter recebido uma porcentagem pela venda da trama de Glória Perez para outros países.

"Em 2013 eu assinei contrato com a Globo permitindo usar minha obra [o livro "Perigosa"] como inspiração. Em 2017 eu não tinha que ganhar nada, sabia que mais pra frente ganharia algo por expor minha história. Eu ganharia pela exibição em outros países. No contrato está bem claro: tantos por cento em cima da venda. Acho que eles esqueceram", disse. 

"A Força do Querer" foi um dos maiores sucessos da Globo nos últimos anos e garantiu grande sucesso pessoal para Juliana Paes, que interpretou Bibi. A história foi baseada no livro de Fabiana Escobar, "Perigosa", que conta a trajetória da escritora e como ela se envolveu com o traficante Saulo Sá, conhecido como o Barão do Pó.

Ela diz que procurou a emissora antes de entrar na Justiça. "Liguei e eles disseram que entrariam em contato, mas não me procuraram. Aguardei o tempo que tinha que aguardar. Cada um sabe de seu compromisso, é muito feio eu bater na porta pra cobrar, seja a Globo ou minha vizinha".

Apesar do dissabor, Fabiana garante não ter mágoas. "Comecei a conversar com a Glória em 2011, sabia que ela não ia errar ao contar minha história. O processo é uma coisa legal, legítima, direito meu. Não tenho raiva da Globo", garante.

Televisão