Topo

Famosos

Renata Banhara revela tentativa de suicídio e ajuda da cantora Simone

Reprodução/Instagram
Renata Banhara é entrevistada por Antonia Fontenelle Imagem: Reprodução/Instagram

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

07/08/2018 08h43

Em um papo franco com Antonia Fontenelle para o canal dela no YouTube, a modelo Renata Banhara falou sobre as dificuldades que passou em sua vida nos últimos tempos. Após, em 2017, enfrentar uma bactéria que deformou seu rosto, e em janeiro deste ano ser agredida por seu ex-marido, ela conta que tentou se matar e foi salva por Simone, cantora que forma dupla com Simaria.

"Três domingos atrás em tentei suicídio. Tomei tudo que eu tinha em casa. Fiz um Pai Nosso, uma Ave Maria, pedi perdão para Deus, disse que queria dormir e acordar do lado dele. E dormi. Nesse meio tempo, a Simone, da Simone e Simaria, ficou mandando mensagem para mim e perguntando se eu precisava de algo. Aí ela mandou mensagem dizendo que ia me mandar para um retiro espiritual. Ela fez tudo. Dormi e acordei com mensagem dela dizendo a hora que eu ia. Era para eu ter acordado com Deus, acordei em casa, na minha cama. Sentei na cama e fiquei olhando. E a Simone mandando mensagem para mim dizendo que eu tinha que ir para o retiro, que eu era muito amada. Tinha certeza que ia fazer a passagem, mas não, acordei sem dor de cabeça, sem ânsia. Acordei e parece que Jesus Cristo falou pra mim: 'Você não vai'", lembrou ela, que conheceu Simone quando ela trabalhava como backing vocal de Frank Aguiar.

"Fui para esse retiro. Eu tive um contato muito lindo com Deus, palavras, histórias. Foi a Simone que fez tudo por mim. Ela não tem noção do que ela fez por mim e pela minha vida. Eu saí de lá com brilho nos olhos, vontade de viver, com muita esperança, porque eu já não tinha mais esperança... Eu tomei 28 dormonids e um copinho de rivotril", revelou Renata.

A modelo falou que nos últimos tempos passou por situações que a fizeram perder a vontade de viver. "Eu estava internada e minha empregada me ligou e falou que estava indo uma jovem em casa. Que ele estava levando uma jovem para a casa, para a minha cama. E eu internada. No momento que mais precisei desse casamento, quando estava mal, deformada. Vínhamos de uma relação perfeita de 8 anos, mas na minha doença fez ele me abandonar. Eu inválida, doente, eu não estava levantando da cama para fazer 'xixi', sou traída na minha cama enquanto estou internada ainda. Tem um grau de maldade maior. Na minha cama, porque existe motel e hotel. A minha cama é o meu âmago, minha vida. Aí, depois sou espancada. Há um abandono financeiro durante todo esse período e ainda ele entra com um ofício extrajudicial com as emissoras, ameaçando, colocando medo psicológico, que eu sofri. Eu me desestabilizei emocionalmente demais. Eu fui ao nível da loucura", declarou.

No papo, a modelo contou ainda sobre as agressões que sofreu de seu ex, Frank Aguiar, enquanto estava grávida. "Eu era um jovem, ele era um jovem. Fiquei casada 5 anos, fomos felizes. Eu já tinha o Marcos André (filho mais velho dela que é fruto de outro relacionamento), ele já tinha 6 anos, estava grávida (de Breno, seu filho com Frank, hoje com 12 anos) quando aconteceu. Depois fui descobrir que ele tinha uma amante, depois minha relação com ele acabou. Foi tudo muito conturbado. O que digo hoje é: atravessamos grandes desertos. Hoje o perdão está aí, ele é um ótimo pai, tenta ser um ótimo pai. Torço muito pela relação dos dois. Fiquei doente e ele ficou cuidando do Breno. Ele mostrou o valor dele", declarou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!