PUBLICIDADE
Topo

Televisão

"Levantei a Rede Record", diz Ana Maria prestes a fazer 20 anos de Globo

Ana Maria Braga apresenta participantes de quadro "Super Chef" - João Cotta/Globo
Ana Maria Braga apresenta participantes de quadro "Super Chef" Imagem: João Cotta/Globo

Carolina Farias

Do UOL, no Rio

14/08/2018 15h28

Ana Maria Braga vai completar 20 anos de seu programa na Globo em 2019. À frente do "Mais Você", ela apresentou nesta terça-feira (14) os oito participantes da sétima edição do "Super Chef" e disse que tinha certeza que faria sucesso quando trocou de emissora.

"Eu vinha de uma história de sucesso. Eu levantei a Rede Record. Oito anos de trabalho. Ficava seis horas no ar. Sabia exatamente tudo o que eu tinha aprendido, a mulher que eu era, tudo o que a vida tinha me permitido aprender. Eu tinha certeza que ia dar certo", afirmou Ana durante o lançamento do quadro, que começa no próximo dia 20.

A apresentadora acorda às 4h30 todos os dias para apresentar o programa diário e atribuiu o bom desempenho dele ao seu profissionalismo e de sua equipe.

"Todo dia quando atravesso essa porta, não importa o que está acontecendo do outro lado. Nem na minha vida, nos problemas. Acredito em Deus e tenho uma felicidade danada porque tenho uma equipe que trabalha aqui que todas as manhãs podia estar todo mundo de mau humor. Quando entro aqui todas me dá oxigênio. Tenho uma produção carinhosa e voltada para o momento do povo brasileiro, seja ele qual for", afirma Ana.

Como faz um programa ao vivo, Ana acaba cometendo deslizes que a transformaram praticamente na "rainha dos memes" do Brasil. Ela garante que não tem problema com isso.

"Temos um produto legal, que vamos entrar e fazer a diferença. O que a gente consegue aqui é com verdade. Por isso não tenho medo de ser meme, não tenho vergonha de falar errado, de ser quem eu sou. Me mandam todos [os memes]. Não ligo, acho uma delícia. Se você não aprender a rir de você mesmo não vai conseguir ser feliz", garante a apresentadora.

Antes da "era dos memes", o que incomodava Ana eram as fofocas.

"Muito antigamente, não tinha internet ainda eu era a rainha da fofoca. No começo da carreira, eu queria me firmar, precisava trabalhar, aí aquilo me magoava às vezes. Eu sonhava com aquela maldade ou porque eu tinha escolhido um marido mais novo, ou porque eu optei em ir pra algum lugar onde as pessoas achavam que eu não devia ir, ou usado a roupa assim, me incomodava. O tempo foi passando e percebi que não mudava absolutamente nada nem no meu dia, nem no dia dos meus amigos. Hoje eu morro de rir. O que não gosto é de maldade e mentira", afirma a apresentadora.

O "Super Chef" estreia na próxima segunda com a participação de Carla Diaz, Daiane dos Santos, Françoise Forton, Maria Joana, Rafael Cortez, Rafael Zulu, Rainer Cadete e Raul Gazolla.

Ana Maria Braga e participantes do "Super Chef", que começa dia 20 - João Cotta/Globo - João Cotta/Globo
Imagem: João Cotta/Globo

Televisão