PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Faustão relembra infância e admite timidez: "Você perde com microfone"

Faustão relembra sua trajetória em entrevista ao "Altas Horas" - Reprodução/Globo
Faustão relembra sua trajetória em entrevista ao "Altas Horas" Imagem: Reprodução/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

19/08/2018 08h09

Faustão relembrou sua trajetória de vida e profissional no quadro "Linha do Tempo", do  "Altas Horas". Apesar de não fazer grandes revelações, o apresentador relembrou sua infância na escola e admitiu ser tímido.

Eu não era de estudar muito, prestava atenção na aula. Fui um aluno bastante razoável, mas gostava de fazer uma palhaçada... Essa história de começar a brincar na classe, até porque sou tímido, ou era, você perde a timidez com o microfone na mão, até porque está em maioria, mas no fundo você é tímido".

Serginho comentou sobre a espontaniedade do apresentador, que conversa com facilidade com as câmeras. O apresentador contou que gosta do improviso no ar.

"Não deixo a vida me levar, deixo me atropelar, gosto da surpresa. Por exemplo, eu não vejo a Vídeocassetada antes, gosto de ver junto com o telespectador. Se é boa, eu dou risada, se não é, eu meto pau".

Faustão falou ainda que sempre teve uma base familiar grande, disse que o pai viveu até os 90 anos e a mãe, aos 92, fala quatro idiomas. Sem entrar em detalhes e citou a relaçãõ com os filhos Lara, Rodrigo e João.

"Casei com a Magda [Colares], uma mulher extraordinária que, junto comigo, deu uma boa educação para Lara, uma menina compenetrada, que não dá trabalho nenhum. Com a dupla dinâmica [Rodrigo e João], Luciana [Cardoso, sua esposa atual] é fera."

Por fim, Serginho e Faustão trocaram muito elogios e o apresentador dominical demonstrou emoção com as palavras do amigo.

"Você é um cara culto, que sabe levar o seu trabalho com categoria. É um cara com caráter extraordinário, ainda mais nesse nosso meio, que tem tanta vaidade, tanta gente dando rasteira no outro... Você é um exemplo. Tenho muita admiração e orgulho de ter você como amigo.", concluiu Fausto.

Televisão