PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Atriz Claudia Alencar lembra aborto aos 17 anos: "Foi sem anestesia"

Claudia Alencar - Luiza Dantas / Carta Z Notícias
Claudia Alencar Imagem: Luiza Dantas / Carta Z Notícias

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

23/08/2018 11h53

Ex-sex symbol dos anos oitenta, Claudia Alencar é defensora da legalização do aborto, que atualmente está em debate no STF (Supremo Tribunal Federal).

Em relato dramático para o programa "Sensacional", que vai ao ar nesta quinta (23), a atriz de novelas como "Tieta" (Globo) e "Prova de Amor" (Record) falou sobre sua própria experiência ao engravidar aos 17 anos do então namorado.

Claudia Alencar participa do programa "Sensacional", de Daniela Albuquerque - Andrea Dallevo/ Divulgação RedeTV! - Andrea Dallevo/ Divulgação RedeTV!
Claudia Alencar participa do programa "Sensacional", de Daniela Albuquerque
Imagem: Andrea Dallevo/ Divulgação RedeTV!
  "Quando a gente viu que eu estava grávida, falamos 'como?' Tudo o que a gente menos queria era isso. Tínhamos muito cuidado. Isso não é raro, isso não se fala, há muitas mulheres grávidas virgens além de Nossa Senhora e Claudia Alencar, isso é provado pelos ginecologistas", afirmou.

Ela se emocionou ao relembrar do procedimento que se submeteu no primeiro mês da gravidez: "Fiz o aborto sem anestesia. (...) Eu me lembro a dor até hoje".

"E eu fui com meus pais, com a boca fechada, tirar férias no Guarujá, não falei nada para ninguém", disse.

Claudia falou seu ponto de vista sobre a importância de alertar mulheres que recorram ao aborto.

"Nós não fazemos amor para abortar, isso é uma mentira. Eu fiz todas as precauções para não ter filhos e tive. Eu não poderia, meus pais eram professores, meu pai era filósofo, não tínhamos dinheiro, então eu sei da dor das mulheres em fazerem um aborto. Eu sei da dor e sei que nenhuma mulher é um monstro. Todas as mulheres querem ter filhos, mas elas não podem. E se elas não podem, que o Brasil legalize o aborto como os Estados Unidos para que nós passamos ter os filhos nas melhores condições e dar a eles o nosso melhor, nosso maior amor", disse.

A atriz ainda garantiu não ter se arrependido da decisão realizar o aborto.

"Tenho dois filhos lindos, nunca me arrependi porque eu sei que não seria a mãe que eu fui porque não tinha maturidade. Eu não teria dinheiro, não teria a possibilidade de criar e dar para eles o melhor, e eles estão aí no mundo para dar para o mundo o melhor", declarou. 

Famosos