PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Famosos lamentam incêndio no Museu Nacional, no Rio

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

03/09/2018 08h32

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, zona norte do Rio, na noite de domingo (2). As imagens do fogo queimando o acervo do mais antigo museu do país abalou famosos de diversas áreas, que usaram seus perfis nas redes sociais para lamentar.

"Meu Deus, tristeza para todos nós" - Isis Valverde

"Perda inestimável de um enorme acervo do patrimônio histórico brasileiro. Resultado de uma politica cultural equivocada que não valoriza nossos museus como deveria. Entender nosso passado, é o melhor jeito de desenhar nosso futuro. Muito triste com a cena do museu ardendo em chamas" - Luciano Huck

"200 anos de História do Brasil virando cinzas", Sônia Abrão

"Que tragédia" - Angélica

"A História do Brasil lambida pelo fogo. Não sabemos a causa oficial ainda, mas, a julgar pelo estado do antigo Palácio São Cristóvão, residência de um rei e dois imperadores do Brasil, em boa coisa não iria dar. Ali nasceram D. Pedro II, a rainha Maria II de Portugal, a Princesa Isabel, sem falar nas coleções valiosíssimas abrigadas no museu, incluindo a formada pela imperatriz Teresa Cristina, que trouxe para o Brasil um verdadeiro tesouro arqueológico da Antiguidade, de Pompeia e Herculano, agora queimado. Lembro-me de meu saudoso pai me levando criança para aquele lugar, fundamental para o meu apreço por História. Estou arrasado" - Bruno Astuto

"Perdemos" - Nanda Costa

"Isso está acontecendo hoje no Rio de Janeiro, tragédia anunciada" - Alessandra Negrini

"Museu Nacional em chamas .Quanto descaso! Que tristeza. Como nosso país está largado. Como o Rio está largado. Uma perda inestimável para a cultura e história do nosso país" - Débora Falabella

"Que cena triste! Um incêndio de grandes proporções atinge o Museu Nacional no Rio, que completou 200 anos. Com as verbas para a cultura cada vez menores, estão fazendo com que a gente perca o nosso patrimônio! Até quando a cultura vai sofrer no Rio de Janeiro e no país? - Walcyr Carrasco

"Museu Nacional no RJ em chamas, um perda irreparável para a nossa história. Até quando esse abandono cultural vai nos devorar? Triste domingo de 2 de setembro" - Edson Celulari

"Que tristeza ! Que descaso com a nossa memória" - Maria Luísa Mendonça

"Meu coração está tão apertado! Cresci aprendendo a amar o Museu Nacional . E agora sei que meu filho não vai poder compartilhar dessa história . Além de tantas faltas que estamos vivendo como brasileiros , estamos hoje ficando muito mais pobres de história e cultura" - Sophie Charlotte

"Sem palavras" - Cauã Reymond

" Nada mais simbólico nesse período de desvalorização e perseguição da cultura e da educação como um museu nacional inteiro lambendo em fogo. O nome disso não é tragédia, o nome disso é crime mesmo, por negligência e abandono do nosso patrimônio cultural. Que tristeza funda pra todos que se importam com a história científica e artística do nosso país. É preciso lutarmos pela preservação dos museus que estão em pé, pois esse, com 200 anos e 20 milhões de artigos, virou fumaça e dói demais" - Igor Angelkorte

"Esse episódio precisa gerar um salto de consciência em toda a sociedade pelo fim do descaso com a preservação da arte e da cultura no Brasil. Muitos equipamentos e instituições públicas correm o mesmo risco . Não podemos permitir a destruição do nosso Patrimônio histórico" - Caetano Veloso

"Fruto da negligência e do desmonte generalizado em que estamos vivendo" - Patrícia Pillar

Isso está acontecendo hoje no Rio de Janeiro, tragédia anunciada. Estamos entregues ao talibãs! “O Museu da Civilização Brasileira pega fogo. Acervo arqueológico, etnográfico, científico e cultural pega fogo. O Museu Nacional pega fogo. O Nacional pega fogo. Incêndio no Brasil! Quem seremos sem memória? Salvem o Patrimônio Cultural Brasileiro! Estamos assistindo a maior tragédia cultural e científica da história do país. Que as gerações futuras de brasileiros nos perdoem. Se chegarem a existir. Pega fogo na memória do Brasil. Quem seremos nós? O que nos tornamos? Quão brutos nos tornamos a ponto de odiar a memória, de vociferar contra o passado, de caçoar do que é antigo? Viram cinzas aquilo que deveria inspirar os jovens e guiar a nação. Somos a grande nação desmemoriada, vagando pelo cosmo sem saber o que fomos, o que podemos, o que sonhamos, o que desejamos. Ao longo das próximas semanas discutiremos sistemas de incêndio, má conservação de museus, prédios em ruínas. Já esquecemos o colapso do edifício Wilton Paes de Almeida em São Paulo. Já esquecemos. Tem pré-sal, tem soja, tem proteína, tem minério. Só não sabemos o que fazer com isso porque não tem memória e logo não tem desígnio. Tem que vender. Vende o que tem. Vende porque vai acabar. É uma liquidação botando fogo no país. Tá barato. Vem comprar. Não tem mais o ombro de gigantes onde nos apoiar. Nós queimamos o gigante. Não sabemos mais de onde viemos. Pra onde vamos? Não tem signo, símbolo, sentido. Só tem superfície. Tela e toque. Não tem profundidade e pensamento. Porque achatou o tempo. Só tem o agora e as cinzas. E a tábula rasa. Brasil raso e chato. Brasil pegou fogo. Nacional pegou fogo. Museu Nacional pegou fogo. Nós pegamos fogo. 02/09/2018 5 dias até a Independência” Washington Fajardo

Uma publicação compartilhada por Alessandra Negrini (@alessandranegrini)

em

Famosos