PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Ronnie Von sofria preconceito na rua por cabelo longo: "Diziam lá vai ela"

Ronnie Von no programa do Porchat - Antonio Chahestian/Record TV
Ronnie Von no programa do Porchat Imagem: Antonio Chahestian/Record TV

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

04/09/2018 06h47

Ronnie Von recordou sua juventude no "Programa do Porchat" de segunda-feira (3). O cantor e apresentador contou que sofria preconceito nas ruas por conta de seu visual, com longos cabelos lisos.

"Sair com aquele cabelão enorme na rua, as coisas que eu ouvia são inconfessáveis. Magrelo, tinha 54 kg, diziam: 'lá vai ela'", revela. Apesar disso, fala com nostalgia do período. "Foi uma época muito ingênua, nós mudamos o comportamento social do mundo inteiro com música. Sou muito orgulhoso de ter feito parte dessa geração".

Foi possível fazer um pé de meia. "A geração da qual fiz parte foi a que começou a ganhar dinheiro no Brasil. Nós éramos muito bem remunerados. É hipocrisia dizer que não se ganhava dinheiro. Se fosse fazer televisão, o cachê era parecido com o do show".

Porém, ao contrário da maioria dos brasileiros que sonhavam com um teto para chamar de seu, ele preferiu gastar em outro sonho. "Ganhava muito bem mas, ao invés de comprar uma casa, comprei um avião. Morava em um apartamento alugado, pagava aluguel, mas tinha um avião", diverte-se.

Ronnie aproveita para desmentir que tivesse rixa com Roberto Carlos, explicando o que acontecia. "Não havia briga, não me deixavam falar com ele. A assessoria dele tinha um comportamento bastante discutível com relação a mim. Muitas vezes quis falar com ele, mas havia um bloqueio, não deixavam".

Famosos