Topo

Novelas

Ator de "Segundo Sol" pede desculpas por cena que ofendeu umbandistas

Divulgação/TV Globo
André Dias foi escalado para viver o islandês Groa faltando poucos dias para começar as gravações de "Segundo Sol", na Bahia Imagem: Divulgação/TV Globo

Carolina Farias

Do UOL, no Rio

12/09/2018 18h17

Intérprete de Groa em "Segundo Sol", André Dias pediu desculpas por cena exibida no capítulo de segunda-feira (10) em que Laureta (Adriana Esteves) simula um ritual e pede ajuda aos orixás para que seus planos de maldades continuem dando certo. Entidades de religiões de matriz africana, como umbanda e candomblé, criticaram a cena dizendo que tal encenação reforça o preconceito contra essas crenças.

"Se alguém se sentiu ofendido, em nome de toda novela, peço desculpas. Em nenhum momento a gente quer denegrir a religião. Ao contrário, a gente através da história do Groa traz uma visão dessa religião que é muito bonita e ajuda a acabar com o preconceito", afirmou o ator em entrevista no intervalo das gravações da trama de João Emanuel Carneiro.

Reprodução/TV Globo
Na cena que foi ao ar na segunda-feira, 10 de setembro, Laureta (Adriana Esteves) pediu ajuda aos orixás para suas maldades Imagem: Reprodução/TV Globo
Na trama, além de melhor amigo de Luzia (Giovanna Antonelli) Groa é adepto do candomblé e se prepara para assumir a função de babalorixá do terreiro.

"Temos feito com muito cuidado com um babalorixá no set. Também tenho uma assessoria pessoal de dois babalorixás. Eu falo que entrou algo em iorubá no texto e eles vão gravar para mim. Fazemos tudo como deve ser", explicou André, justificando que as precauções são necessárias por conta do alcance da trama.

"A novela das 21h tem peso muito grande. Qualquer coisa que se coloca ali vai ser visto por milhões de pessoas. Tem expectativa e peso muito grande", disse André.

André disse que conhece o candomblé há 15 anos, mas não se considera religioso.

"Não sei se o que tenho é fé. Acredito em energia. O que você emana volta para você. Me sinto mais próximo de Deus em uma praia da Bahia que em qualquer igreja ou tempo", afirmou.

Por meio de nota, a Comunicação da Globo se manifestou informando que a cena não se refere a nenhuma religião.

"Na cena, Laureta pede proteção aos astros, espíritos, orixás... a todo o além, sem se referir a nenhuma religião especificamente. Além de ressaltar, como registramos ao final de cada capítulo, que novelas são obras de ficção, vale ainda destacar que Laureta é uma vilã, dona, portanto, de várias atitudes reprováveis que só fazem sentido no contexto da dramaturgia", diz a nota.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!