Topo

Famosos

Neném diz como defendeu Pepê de racismo: "Peguei ele pelo gogó"

Manuela Scarpa e Marcos Ribas/Brazil News
Imagem: Manuela Scarpa e Marcos Ribas/Brazil News

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

12/09/2018 06h26

Pepê e Neném contaram no "Luciana By Night" de terça-feira (11) um perrengue que passaram em uma padaria do Rio de Janeiro. A confusão fez uma das irmãs tirar satisfações com o funcionário e quase partir para a agressão física.

"Fui pedir uma pizza, eu estava de boné e cabelo grande na época. Acho que o cara não me reconheceu e olhou para mim, assustado, com medo. Não entendi nada. 'Tem pizza aqui não, acabou, acabou. Tá fechando, se retire, por favor'", recorda Pepê.

"Eu disse: 'mas moço...' e meus olhos foram enchendo de água. 'Só vim pedir uma pizza'. Comecei a ficar nervosa, gaguejar e entregadores ficaram me olhando, tinham me reconhecido, estavam tentando avisar quem eu era, e eu fiquei na minha. Cheguei em casa chorando, derrotada", desabafa.

A situação tirou Neném do sério. "Ela me disse: 'entra no carro agora'. Chegou lá falando: 'qual desses aqui que te falou aquilo?'", conta Pepê. "Ele estava no balcão, ela começou a chorar e me deu mais raiva. Falei 'o quê, meu querido?' Eu me ceguei, peguei o cara pelo gogó, ele estava de gravata", exalta-se Neném, reproduzindo o que disse ao atendente.

"'Olha só, meu amor, não é porque é Pepê e Neném, não. Vim aqui porque você não tem o direito de desrespeitar as pessoas. Ela é ser humano, independente de ser artista ou não. Você sabe o que você fez? Isso é racismo'. Foi quando ele viu quem era, achou que a gente fosse chamar TV, essas coisas".

Mãezona

Casada com Thais Baptista, Neném está gostando de ser mãe de Valentina, de 9 meses. "Nasci para ser mãe e não sabia. Estou sendo uma mãezona porque é muito gostoso. Se eu pudesse teria vários [filhos], só que por enquanto não, é muito caro. Cuidar de criança, a gente acha que é brinquedo, mas não é brinquedo, não", avisa.