PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Bruna Marquezine adere campanha contra Bolsonaro e se protege de ataques

bruna marquezine - Reprodução/Instagram
bruna marquezine Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

18/09/2018 08h52

Bruna Marquezine decidiu apoiar a campanha "ele não", que viralizou nas redes sociais, entre eleitores contrários ao candidato Jair Bolsonaro (PSL).

A namorada de Neymar compartilhou um texto de Maria Ribeiro, que argumentou em três pontos por que aderiu a campanha.

"Considerar ter uma filha mulher uma coisa 'menor' do que ter um filho homem não é família. Dizer que preferiria um filho morto a um filho homossexual não é família. Considerar a gravidez um motivo para que as mulheres ganhem menos não é família, até porque muitos lares no Brasil são tocados sem a figura paterna. Família é amor incondicional, galera. E nem sempre isso tem a ver com sangue", publicou ela.

Marquezine compartilhou o mesmo texto. "É isso", defendeu ela no Instagram.

A namorada de Neymar decidiu trancar o espaço de comentários após se manifestar favorável à campanha. Ela adotou esta postura depois que Sasha, filha de Xuxa Meneghel, recebeu ataques por também se posicionar contra Bolsonaro.

Famosos