PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Xuxa fala sobre nudes, fake news, traição e Sasha como "sucessora"

Xuxa no programa do Porchat - Marcus Godoy/Record TV/Divulgação
Xuxa no programa do Porchat Imagem: Marcus Godoy/Record TV/Divulgação

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

20/09/2018 06h54

Xuxa falou no "Programa do Porchat" de quarta-feira (19) sobre vários assuntos que não costuma abordar. A apresentadora confessou, entre outras coisas, que já mandou nudes, frequentou sex shops e que não vê a hora que Sasha lhe dê um neto.

"Se Deus quiser vou virar logo avó. É a primeira vez que ela está namorando, está apaixonadinha. Ele também", disse, referindo-se ao romance da filha com Bruno Montaleone, que está no ar na novela "O Tempo Não Para".

Quem pensa que por ser filha da Rainha dos Baixinhos Sasha tenha crescido sem saber como é a vida, engana-se. "Desde pequena apresentei a camisinha para ela, coloquei em uma banana. Falei tudo, mostrei, desde muito cedo", revela, sem esconder que a queria seguindo seus passos.

"Queria muito que a Sasha trabalhasse com criança, não necessariamente na televisão, mas que cuidasse. Queria que ela fosse a sucessora, mas tem muitas meninas boas por aí, e infelizmente na televisão não tem espaço, mas na internet sim".

Deixando a majestade de lado, Xuxa garantiu que passa pelas mesmas coisas que as outras pessoas. "Já levei muitos foras. Teve uma época que eu queria ficar com ficante, e o cara acabou fugindo. Algumas pessoas fugiram. Já dei fora por pouca idade, baixinho tem que brincar de outras coisas", diverte-se.

Do álcool, a apresentadora passa longe. "Tomei um porre com 11 anos, para saber o que é e entrei em coma. Descobri que tenho intolerância ao álcool. Quando o Ayrton [Senna]  morreu, tomei meia taça de champanhe e fiquei [bêbada]. E a mais recente, fiquei bêbada com dois bombons de licor".

Quando o assunto é fidelidade, não mexa com ela. "Já trai. Me traíram. Sou daquela que, se traio, ainda gravo para dizer: 'fiz'". 

Fake News

Ela aproveitou para desmentir que alguns assuntos, como que teria comprado todas as revistas da época em que posou nua, para que ninguém mais a visse assim. "Não me arrependo de posar nua. O Pelé que quis comprar as revistas", recorda, referindo-se aos exemplares em circulação.

E como a eterna Rainha dos Baixinhos lidava com as fake news sobre si naqueles tempos? "Falar tudo bem, me incomoda quando as pessoas acreditam. Diziam que os dois x do meu nome eram cruzes ao contrário. Ouvi meu disco ao contrário para ver se tinha alguma mensagem", surpreende. 

Mágoa

A relação delicada com o pai, Luiz Floriano Meneghel, que morreu em março do ano passado, também foi abordada. "Fiquei sete anos sem falar com ele. Ele traiu minha mãe, eu me senti traída, ele continuou mentindo. Aí a Sasha nasceu, pensei: 'Ele e a minha filha não merecem isso. Trair todo mundo pode trair, quem sou eu para ficar julgando meu pai?'".

No entanto, não foi fácil restabelecer contato. "Comecei a chamá-lo para o Natal, mas parecia um copo quebrado. Forçava uma barra, não era natural. Ele já parecia um estranho, parecia que não me conhecia. É difícil".

Idade e carreira

"Algumas coisas me incomodam muito, como envelhecer na frente nas câmeras. Me cobram por não fazer botox. As pessoas têm que aceitar isso, vou ficar velha na frente das câmeras".

Porchat questionou ainda se Xuxa não deveria ter seguido os passos de outras apresentadoras infantis e migrado para o público adulto. "Depois do 'Xou' eu fiz o 'Planeta', mas todos sabem da minha paixão por criança. Eu adoro a galera gay que fica me seguindo, mas acho que seria uma reinvenção muito pesada, de rainha dos baixinhos pra rainha dos bichinhas", diverte-se.

Com 35 anos de carreira, a apresentadora quer curtir a vida. "Toda hora penso em aposentar as botas; Quero ser avó, namorar, viajar com ele. Tive namorados com agendas muito complicadas. E a minha também era. Quero pegar ele [Junno], por uma mochila nas costas e sair por aí. Mochileira, de moto. De repente na velhice vou fazer coisas de adolescente".

Famosos