PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Alinne Moraes faz campanha contra Bolsonaro, mas bloqueia comentários

Alinne Moraes - Divulgação/TV Globo
Alinne Moraes Imagem: Divulgação/TV Globo

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

26/09/2018 10h16

A atriz Alinne Moraes foi mais uma das famosas que aderiram ao manifesto #EleNão, promovida por internautas contrários ao deputado Jair Bolsonaro, candidato à presidência da República pelo PSL.Em um vídeo, ela listou os motivos que fazem com que ela não o queira como presidente e convocou a todos para as manifestações que irão acontecer pelo país no próximo sábado (29).

"Porque é machista, homofóbico, racista. É a favor da tortura e do porte de armas. Está há 28 anos na câmara, votou contra o plano real, o teto salarial no setor público, e contra o fundo de combate à pobreza. Mas votou a favor do aumento do salário dos deputados, a favor da retirada dos direitos trabalhistas, e congelamento de gastos com saúde, educação e estrutura por 20 anos. Seu assessor econômico propõe que os pobres paguem mais impostos e os bilionários ainda menos. Está claro para quem ele irá governar. Por isso dia 29 de setembro convido a todas as mulheres para irem às ruas contra o retrocesso", disse ela, que para evitar ataques bloqueou os comentários na publicação.

Recentemente, Marília Mendonça sofreu com após também se posicionar contra Bolsonaro. Entre xingamentos e ameaças, ela apagou o post que fez e publicou outro em que mostrou sua mãe e irmão, principal alvo dos haters.

"Deixo aqui essa mensagem, e o meu profundo silêncio em qualquer questão que seja política. A gente pede encarecidamente PAZ! É isso que eu busco", falou ela.

Famosos