PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Ex de Ciro, Patricia Pillar convida mulheres para ato contra Bolsonaro

Patrícia Pillar  - Reprodução/Twitter
Patrícia Pillar Imagem: Reprodução/Twitter

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

29/09/2018 08h35

Ex-mulher de Ciro Gomes, Patrícia Pillar já admitiu que seu voto para presidente será dele e se uniu a outras famosas no movimento "Ele não", contra o candidato Jair Bolsonaro nas redes sociais.

"Ele não porque eu quero que as mulheres sejam tratadas com igualdade e respeito! Ele não porque eu quero que as pessoas possam ser quem elas são, sem medo. Ele não porque quero que a violência seja combatida com planejamento e inteligência e não com mais violência. Quero inclusão porque não é mais possível viver com tanta desigualdade.
Quero liberdade, justiça social e Democracia!", disse a atriz em um vídeo publicado no Instagram na sexta (28) à noite.  Fernanda Lima e Juliana Alves também postaram vídeos convocando mulheres para a manifestação "Ele não".

Patricia chamou todas as mulheres a participarem da manifestação que ocorre neste sábado em várias cidades do Brasil. "Procure a da sua cidade e se manifeste!!! As mulheres vão fazer história, junte-se a nós!".

A atriz e Ciro Gomes ficaram juntos de 1999 a 2011. Recentemente, ela divulgou seu apoio ao candidato nas redes sociais.  "O que eu defendo é um caminho novo, diferente do que está aí. O meu candidato é o Ciro Gomes, porque eu acredito no projeto que ele tem para o Brasil. Eu conheço o Ciro e voto no Ciro Gomes. Boas eleições para todos nós e não deixe de votar. O seu voto é muito importante".

Ela também desmentiu falsas notícias que circularam na internet dizendo que ela foi agredida pelo ex-marido. "Nunca sofri nenhum tipo de violência da parte de ninguém, isso é totalmente falso. E eu quero dizer também que, independentemente de quem seja o seu candidato, o que a gente mais precisa nesse momento é de paz e respeito".


Famosos