Topo

Televisão

Taís Araújo perdida no ponto e som ruim marcam 1º dia ao vivo de "PopStar"

Reprodução/Globo
Jeniffer Nascimento e Taís Araújo no "PopStar" Imagem: Reprodução/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

30/09/2018 13h10

Não começou bem o primeiro dia de apresentações ao vivo do reality show musical "PopStar", da Globo, neste domingo (30). Taís Araújo estava visivelmente nervosa, um tom acima nas emoções --ora muito empolgada, ora surpresa além da conta-- e sem o domínio do ponto eletrônico. 

Novata na condução de uma atração ao vivo, a atriz se embananou, sem disfarçar a confusão causada pela voz do diretor em seu ouvido. "Vou ficar maluca", reclamou, visivelmente irritada.

Um intervalo comercial foi chamado às pressas, logo após a primeira apresentação, de Jennifer Nascimento. Mesmo prejudicada pelo áudio, ela ganhou boas notas ao cantar "Soul de Verão", de Sandra de Sá.

O problema também passou pelo corte no som dos apresentadores. Numa aparição de Tiago Abravanel, que entrevista os participantes nos bastidores, a voz de Taís continuava mesmo sem ela estar na tela.

Reprodução/Globo
Sérgio Guizé no "PopStar" Imagem: Reprodução/Globo

Eri Johnson cantou em seguida "Amor Perfeito", de Claudia Leitte. Samantha Schmutz se apresentou com "Son of a Preacher Man", sucesso de Aretha Franklin, e recebeu elogio do jurado Paulo Ricardo. "Tudo que ela faz é essa perfeição, por isso levou 10 de todo mundo."

Fernando Caruso apostou em "As Sete Vampiras", de Leo Jaime, e não se saiu muito bem. Ele é o último colocado no ranking geral.

Jonathan Azevedo escolheu cantar "Não Deixe o Samba Morrer", composto por Edson Conceição e Aloísio Silva, sucesso na voz de Alcione.

Sergio Guizé cantou "Até Quando Esperar", da Plebe Rude, e fez uma demonstração política, um dia após os protestos contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). "As eleições estão chegando, violência gera violência, o que vai mudar este país é a educação, o afeto. Viva o amor, viva a democracia", disse no meio da música.

A modelo Carol Trentini se apresentou com "Every Breath You Take", do Sting. A jornalista Renata Capucci foi de "Meu Lugar", de Arlindo Cruz e até arriscou um sambinha no pé.

Mouhamed Harfouch cantou "Exagerado", sucesso na voz de Cazuza, e agradou o jurado Dennis Carvalho.

Klara Castanho escolheu "Story of My Life", do One Direction, e não vai muito bem no ranking, ocupando a penúltima colocação.

João Côrtes cantou "Feeling Good", de Nina Simone e ganhou um elogio de Iza, uma das juradas. "Que coisa maravilhosa. Que coragem de escolher essa música. Parabéns, que energia, achei você dinâmico e concentrado no que você estava fazendo", disse.

Malu Rodrigues foi bastante elogiada ao apostar em "Nada Mais", de Gal Costa. Lua Blanco apostou em "Are You Gonna Be My Girl", do Jet.

E, por último, Fafy Siqueira foi bastante aplaudida ao apostar em um novo arranjo de "Cheguei", funk de sucesso na voz de Ludmilla. No final da apresentação, ela relembrou seu passado como noiva de Elymar Santos, um dos jurados do programa. "Fui noiva dele, foi meu primeiro namorado. Meu pai, minha mãe adoravam ele, meu irmão. A gente não casou porque a vida da gente foi uma loucura, mas a gente viajava o Brasil todo, foi a coisa mais lúdica", contou.

No Twitter

Na web, os deslizes do reality não passaram em branco. "Taís Araújo está nervosa sim, precisa aprender a parar de gritar no microfone, mas é o 1º programa dela ao vivo, vamos relevar...ela tem talento pra apresentadora sim, é carismática, sabe improvisar, não é robótica, só precisa ser moldada...vai aprender! #PalcoPopstar #Popstar", escreveu uma internauta.

Reprodução/Globo
Imagem: Reprodução/Globo

Newsletters

Mauricio Stycer traz análises exclusivas sobre TV e Famosos.

Quero receber