PUBLICIDADE
Topo

Famosos

"Acho que podia ser um pai melhor", declara Fábio Jr.

O cantor Fábio Jr. - Reinaldo Canato /UOL
O cantor Fábio Jr. Imagem: Reinaldo Canato /UOL

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

10/10/2018 16h19

Fábio Jr. falou da criação dos cinco filhos no "Video Show" de quarta-feira (10). O cantor, que tem Cleo Pires, Fiuk, Tainá Galvão, Krizia e Záion, acredita que teria desempenhado melhor o papel de pai, se tivesse tempo.

"Acho que podia ser melhor, são escolhas. O Fiuk falava: 'pai, não viaja', a Tainá pequenininha segurava na barra da minha calça. Eu trabalhava muito, fazia novela com show, disco, carreira internacional. Eu dizia: 'voces vão passar por isso, é uma solidão intrínseca, faz parte da carreira. Vocês têm que assumir as consequências das escolhas que fazem".

Apesar disso, não lhes faltou nada. "Como não tinha muitas coisas, tudo queria dar para os filhos, Tem que ter cuidado com isso", aconselha aos pais de hoje.

Aos 64 anos, ele conta que não faz terapia. "Com os amigos que tenho, não preciso. A gente fala muita coisa, damos risada contando histórias, piadas...".

Famosos