PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Otávio Mesquita diz que quase se candidatou, mas recusou fundo partidário

O apresentador Otávio Mesquita - Bruno Poletti/Folhapress
O apresentador Otávio Mesquita Imagem: Bruno Poletti/Folhapress

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

11/10/2018 18h28

Apresentador do SBT, Otávio Mesquita quase deixou a TV para se candidatar nas eleições. Em entrevista a Mariana Godoy na RedeTV!, ele revelou ter chegado a procurar partidos, mas desistiu porque não queria abandonar seu programa.

"Não sou um cara milionário, bilionário. Vivo do meu trabalho. Como vou deixar a TV, que felizmente tenho uma rentabilidade boa, para ir para a política ganhar menos?", explica Otávio Mesquita no programa "Mariana Godoy Entrevista", que irá ao ar nesta sexta-feira (12).

O apresentador ainda expôs outro motivo para a escolha: "Fui informado de que 'ah, não se preocupe que esses três meses que você vai ter que sair do dar' eu viveria do famoso fundo partidário. 'A gente banca você'. Aí eu te pergunto, como vou iniciar minha carreira política usando o chamado fundo partidário, que não é ilegal, mas é imoral? Como vou começar minha carreira usando esse dinheiro para me bancar e o SUS quebrado, saúde, educação, tudo quebrado?".

Para Mesquita, o avanço da internet e das plataformas de streaming não acabará com a televisão: "Guardadas as devidas proporções, a gente vê a história do rádio, o que ele era quando começou a TV? Diziam que o rádio iria acabar. A televisão não vai acabar, por mais que a gente entenda que o digital é muito importante e é fato isso, mas ela não vai acabar".

Televisão