Topo

O Sétimo Guardião

José Loreto admite ciuminho da filha com Débora Nascimento

João Cotta/Globo
José Loreto é Júnior em "O Sétimo Guardião" Imagem: João Cotta/Globo

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

16/10/2018 19h20

No ar em "Amor e Sexo", José Loreto se prepara para estrear em breve em "O Sétimo Guardião", de Aguinaldo Silva, onde viverá o homofóbico e machista Júnior. O personagem é bem diferente do Loreto atual, que admite que cresceu num lar machista e foi se transformando e pretende criar a filha Bella, de seis meses, fruto do seu casamento com Débora Nascimento de forma bem diferente.

"Desde que entrei em 'Amor e Sexo' vejo uma desconstrução em mim desse hétero que cresceu numa família tradicional, no machismo. Minha filha já não está nascendo nesse ambiente, pelo menos lá em casa. Minha visão mudou muito desde que comecei", conta.

Babão, ele admite que às vezes atrasa alguns minutos para chegar ao trabalho por causa da filha e conta que sente um ciuminho leve de Bella com a mãe.

"A sensibilidade da Débora é outra e minha também, mas mais dela, parece que a bebê é mais Débora. Até porque ficou nove meses na barriga, muita coisa são só as duas, fico ali de primeiro coadjuvante", diz.

"As vezes fico com ciúme porque ela puxa a bochecha da Débora, aí fico forçando pra fazer em mim, mas ela só beija a Débora", conta.

Loreto conta que tem se surpreendido com a mulher e elogia o carinho e dedicação com a filha.

"É muito lindo a transformação da Débora. Ela sempre foi uma mulher porreta, forte, esquentada. Ela virou uma leoa protetora, mas muito compreensiva também, sensível. Ela amadureceu muito".

A relação do casal também está mais madura e segura.

"Se antes a gente tinha ciúmes de alguma coisa, do outro chegar tarde, hoje em dia não tem mais espaço para pequenas preocupações. A preocupação é se a Bella tem alergia a algum alimento, se ela está quente, se pode ficar resfriada".