PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Justiça penhora bens de Dado Dolabella para indenizar camareira agredida

Dado Dolabella - Reprodução/Instagram/dadodolabella
Dado Dolabella Imagem: Reprodução/Instagram/dadodolabella

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

19/10/2018 17h08

A Justiça decidiu fazer uma penhora de "bens" de Dado Dolabella para indenizar a camareira Esmeralda de Souza Honório, agredida por ele, em 2008, durante uma briga entre o ator e a ex-namorada Luana Piovani, em uma boate no Rio de Janeiro.

Em 2013, Dado foi condenado em indenizar Esmeralda em R$ 40 mil. Desta vez, o desembargador Fernando Cerqueira Chagas determina a penhora de bens recebidos por ele, em uma ação trabalhista movida pelo ator, que tramita na 51ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, já que ele não possui nada em seu nome.

"Invoca os princípios da efetividade e razoável duração do processo, visto que o ora Agravado [Dado] aparentemente não possui outros bens penhoráveis capazes de satisfazer a obrigação", diz o desembargador em um trecho da decisão.

A briga entre Dado e Luana aconteceu há dez anos, em 22 de outubro de 2008, na boate 00, na Gávea, onde a atriz comemorava a estreia da peça "Pássaros da Noite".

Luana começou a discutir com Dado. Durante a briga, ela caiu no chão - a atriz alegou ter levado um tapa no rosto, o que foi negado pelo ator. Quando sua camareira tentou ajudá-la, apartando a briga, foi empurrada e também caiu. Na queda, machucou os punhos e precisou imobilizar os dois braços.

Famosos