PUBLICIDADE
Topo

Famosos

"Não volto porque já não faz mais sentido", diz Amanda sobre o "Pânico"

Amanda Ramalho - Reprodução/Instagram
Amanda Ramalho Imagem: Reprodução/Instagram

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

25/10/2018 13h05

Ex-integrante do "Pânico" na rádio Jovem Pan, Amanda Ramalho falou pela primeira vez sobre sua saída do programa, nesta quinta-feira (25), dois dias depois de discutir ao vivo com o cantor Biel e a produtora da atração Paulinha  Krausche.

"Não volto não pelo Biel nem nada, não volto porque já não faz mais nenhum sentido para mim trabalhar lá. Eu já havia decidido isso [a saída] antes, para o ano que vem. Isso só fez antecipar minha decisão. Agora, acho que está bom de declaração. Amo quem me ama. Suporto quem me odeia. Calar-me-ei #paznosestadios", escreveu Amanda no Twitter.

A radialista anunciou a demissão na rede social após o barraco ao vivo. Ela também se manifestou sobre a entrevista que a produtora do programa deu ao UOL.

"Peço publicamente que a produtora do Pânico não dê entrevistas falando que eu tenho ou não depressão. Isso é um assunto meu. E vocês viram que Emilio não me demitiu porque o desrespeitei, como estavam afirmando".

De acordo com Daniel Castro, do "Notícias da TV", Amanda Ramalho teve seu pedido de demissão negado por Emílio Surita. O apresentador autorizou ela a ficar de licença do programa o tempo que julgar necessário para que possa continuar com o tratamento contra depressão e segue contratada.

Entenda a confusão

Na terça, Amanda perguntou a Biel, no programa "Pânico", da rádio Joven Pan, que fim levou a história dele com a ex-namorada, Duda Castro, que o acusou de usá-la para conseguir o green card para morar nos Estados Unidos. "Você casou com ela por causa do visto? Vocês não se amavam?"

"Como não? Eu mudei pra lá por causa dela", disse Biel. A produtora Paulinha, então, interferiu e disse: "Na real, a vida das pessoas dá errado, poderia acontecer com você, Amanda. Só que você fica tacando pedra no menino".

Irritada, Amanda negou as acusações e chamou Paulinha de "louca e dissimulada". E Biel ainda disse: "Quando eu mudei, vocês citaram isso aqui. Você falou que eu deveria ter morrido em vez de mudar para os Estados Unidos, eu guardei isso aqui".

Incomodado com o clima, Biel abandonou o programa no meio da entrevista, as duas continuaram discutindo ao vivo e Amanda pedia para Emílio Surita desligar os microfones. "O Emílio ficou até 3h da tarde com a menina [Amanda], saiu com ela abraçada. Emílio tem o maior carinho por ela, achei tão desleal, ingrato [da parte dela]. Ela está aqui há 12 anos, tem todas as oportunidades. O Emílio adora essa menina, faz tudo por ela. Acho que a gente tem uma hierarquia, tem que ter respeito", disse Paulinha ao UOL.

Famosos