Topo

TV e Famosos


Manifestantes na SPFW gritam "Ele não" e "Fora, fascista" contra Bolsonaro

Gisele Alquas

Do UOL, em São Paulo

26/10/2018 22h25

Cerca de 30 pessoas realizaram um protesto contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) no encerramento da 46ª edição da São Paulo Fashion Week, nesta sexta-feira (26), na Vila Leopoldina, zona oeste da capital.

Os manifestantes estenderam uma enorme bandeira vermelha do lado de fora onde acontecia o desfile da Água de Côco com gritos de "Ele não" e "Fora, fascista".

"Estamos fazendo isso aqui porque não vamos mais tolerar ódio. Chega de viver de angústia e aflição. Vamos virar no domingo e viva a democracia", diz ao UOL a artista Carla Barreto, uma das líderes do grupo, que usava o adesivo com o número 13, do adversário de Bolsonaro na eleição presidencial, Fernando Haddad (PT).

O educador Helbert de Almeida, que também segurava a bandeira, disse que não aguenta mais "conviver com racismo" e feminicídio que assolam o país.

Jornalistas protestam contra Jair Bolsonaro na SPFW - Gustavo Zylbersztajn/Reprodução/Instagram
Jornalistas protestam contra Jair Bolsonaro na SPFW
Imagem: Gustavo Zylbersztajn/Reprodução/Instagram
"É importante fazer o protesto em um evento como o SPFW. Vim todos os dias e pude notar como as pessoas te olham diferente por causa da cor. Se o Bolsonaro ganhar, o racismo, o preconceito, a homofobia e o feminicídio só vão aumentar no Brasil. Não podemos deixar", grita ele.

Mais cedo, outro grupo de jornalistas sentou na primeira fila do desfile da grife Piet vestindo camisetas vermelhas, e bonés do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra). Logo no início do desfile, eles gritaram "ele não".

Mais TV e Famosos