PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Porchat e De La Peña falam sobre racismo na comédia: "Está mudando"

Fábio Porchat fala de desentendimento com Bruna Marquezine - Antonio Chahestian/Record TV
Fábio Porchat fala de desentendimento com Bruna Marquezine Imagem: Antonio Chahestian/Record TV

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

26/10/2018 06h54

Fábio Porchat recebeu os comediantes do grupo Coisa de Preto, incluindo o ex-Casseta Helio de la Peña, em seu programa de quinta-feira (25) e confessou que não tinha consciência de que as piadas que contava quando era mais novo poderiam ofender os negros.

"Eu tive uma infância num colégio só de brancos, uma família só de brancos. Na infância e adolescência, contava piadas racistas mesmo. Eu vivi nessa cultura barra pesada de 'é assim que é, é assim que o mundo funciona'. Ainda bem que as coisas estão mudando", disse.

Paulo Vieira, que participa diariamente da atração, falou o que ouvia em casa, quando morava no Tocantins. "Minha mãe sempre falou que tem que ser o melhor do mundo porque é negro, gordo, pobre... Sempre jogou a real em casa".

Parte do grupo de comediantes, Hélio de la Peña contou como lidava com a situação. "Estudei em um colégio com mil alunos, era o único negro. Os caras tinham um desconhecimento, mas nunca senti um preconceito. Quando tinha aula de abolição, achava: 'vão descobrir que sou preto'", brinca.

Famosos