PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Erika Januza prestará queixa na delegacia após ataque racista: "Indignada"

Erika Januza - Reprodução/Instagram
Erika Januza Imagem: Reprodução/Instagram

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

30/10/2018 17h13

Após sofrer ataques racistas na internet, a atriz Erika Januza afirmou que pretende prestar queixa na delegacia para identificar o responsável pelo crime.

"Todo mundo que passa por isso tem que tomar atitudes, mostrar para as pessoas que elas não podem fazer o que bem entender, que elas não podem ofender os outros nem desrespeitar, porque racismo é crime. A partir do momento que todos fizerem alguma coisa, as pessoas vão entender que não podem fazer isso", disse a atriz de 33 anos nesta terça (30).

Na segunda-feira, Erika fez um desabafo no Instagram e, um tempo depois, descobriu que o perfil que a atacou roubou fotos de uma outra pessoa. "Já entendi que é um perfil falso. Teve uma pessoa que entrou em contato comigo, dizendo que pegaram as fotos dela e usaram para fazer um perfil fake, a menina está preocupada. Estou até com intenção de tirar a publicação que fiz em respeito a uma pessoa que teve o perfil usado", explicou ao UOL.

"Ela vai ser punida duas vezes, pelo crime contra racismo e falsidade ideológica, de pegar a foto de uma outra pessoa e usar. Se realmente a foto não é dela, ela está sendo associada a um crime sem nem ter culpa, né? Não quero ser injusta nesse sentido", completa.

Esta é a primeira vez que Erika sofre ataques racistas nas redes sociais. "Não fiquei triste, cabisbaixa. Fiquei indignada e quis me manifestar não porque a tristeza era um sentimento primário, foi mais pela falta de respeito. Racismo é uma coisa que passo há 30 anos. Desde que existo, o fator ser negra já me coloca em situações de racismos todos os dias. Às vezes no olhar, são diversas situações", conta.

Em seu desabafo na internet, a atriz disse estar cansada de tanta discriminação, não só com ela, mas com outros negros, LGBTs ou outras minorias.

"Só quem passa sabe, só quem ouve, lê, sente um olhar atravessado, sente alguém segurando mais forte a bolsa... São inúmeras as situações que podemos viver em nosso dia a dia. O fato de ser uma atriz ainda me protege um pouco, já que as pessoas me reconhecem, ou gostam de algum trabalho: 'Aquela negra, é atriz'. E aquela doméstica? E aquela gari? E aquela enfermeira? E aquela advogada? Somos pessoas. Merecemos respeito."

Famosos