PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Ratinho defende Bolsonaro e Moro e xinga jornalistas da Globo News

Ratinho defende Sergio Moro e critica jornalistas da Globo News - Reprodução/SBT
Ratinho defende Sergio Moro e critica jornalistas da Globo News Imagem: Reprodução/SBT

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

06/11/2018 23h06

O apresentador Carlos Massa, o Ratinho, saiu em defesa da nomeação de Sergio Moro como novo ministro da Justiça, feita pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro. Em desabafo, exibido em seu programa nesta segunda-feira (5), Ratinho criticou ainda a cobertura realizada pela Globo News e chamou jornalistas do canal de "canastrões" e "bando de canalhas".

"Eu queria pedir para que alguns jornalistas do Brasil parem. Todo ministro que o Bolsonaro convida, tem sempre alguns jornalistas debochando. Eu acho que o período de deboche já passou. Perderam as eleições. As redes sociais ganharam. Então parem de ser canastrão (sic), um bando de canalhas. É um bando de jornalistas que fica pegando dinheiro 'do outro lado', porque aqui ninguém é besta. E não fiquem me xingando não, porque se me xingarem eu falo o nome e aguento o processo, inclusive", ameaçou o apresentador.

Ratinho não cita o nome do profissional e nem a que se refere quando diz "pegar dinheiro do outro lado".

Em seguida, o apresentador do SBT prossegue com a sua reclamação e manda recado direto à Globo News, canal de notícias do Grupo Globo.

"Eu tenho televisão a cabo em minha casa. Eu pago, não é de graça. Queria avisar isso à Globo News. Eu não sou obrigado a escutar deboches", avisa.

Ratinho encerra o seu discurso demonstrando otimismo com as escolhas feitas por Bolsonaro para o comando de alguns ministérios.

"O presidente escolheu muito bem. O Sergio Moro será o melhor ministro do Brasil, o Marcos Pontes será um bom ministro [da Ciência e da Tecnologia], o Paulo Guedes será um baita de um ministro [da Economia]. E não adianta chorar. Eu sou a favor da democracia. Quem ganhar, ganhou", conclui.

O apresentador Ratinho é também empresário, dono da Rede Massa, afiliada do SBT no Paraná, e pai de Ratinho Júnior (PSD), governador eleito pelo mesmo Estado.

Televisão