Topo

Famosos

Karina Bacchi diz que nunca quis ser mãe solteira: "Queria uma família"

Reprodução/YouTube
Karina Bacchi é entrevistada por Thais Fersoza Imagem: Reprodução/YouTube

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

08/11/2018 18h49

Karina Bacchi falou um pouco de como foi o processo de ter o primeiro filho, fruto de uma fertilização in vitro -- ela é mãe de Enrico, de 1 ano -- em entrevista ao canal no YouTube de Thais Fersoza.

“Acabei congelando óvulos aos 35 anos, estava voltando um relacionamento de muitos anos, e não era o momento de pensar em gravidez. Mas ele já tinha filhos e não queria ser pai de novo. Foram 5 anos com essa questão”, explicou ela, que depois de cinco anos acabou terminando o casamento justamente por ele não querer ser pai novamente.

Karina disse, então, que teve um problema de saúde aos 40 e teve que retirar as trompas. Com medo de perder a chance de engravidar, decidiu fazer a fertilização mesmo sem estar em um relacionamento.

“Nunca me vi levantando a bandeira da mulher sozinha. Eu queria uma família, quero isso pra minha vida. Mas naquele momento tive que fazer daquela maneira. A ordem dos fatores que mudou”, declarou.

A opção de um doador de sêmen internacional foi por ter mais informações. “Fiz aqui com empresa de doadores fora do Brasil. Os brasileiros não liberam muitas informações. Os de fora dão: consigo ver a foto, ver detalhes de saúde. Vi uma criança muito parecida com a que eu fui nas fotos de infância do doador. Um olhar feliz, uma criança sorridente e por isso o escolhi”, recordou.

Atualmente noiva de Amauri Nunes, que trata Enrico como filho, ela não sentiu falta de um parceiro durante a gravidez. “Só senti felicidade.”