Topo

Famosos

"Odeio ser solteira. Quero descanso no amor", diz Marília Mendonça

Reprodução/Instagram
Marília Mendonça Imagem: Reprodução/Instagram

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

09/11/2018 10h16

A cantora Marília Mendonça usou sua conta no Twitter para desabafar e falar sobre o amor. Em pequenos textos publicados nesta sexta-feira (9), ela disse que não gosta de estar solteira e que quer casar.

"Parem de me idealizar com alguém, se eu realmente tivesse orgulho de apresentar alguém e alguém tivesse orgulho de ser apresentado já teria sido. Pedi pra minha pastora orar hoje para que eu encontre alguém para casar. Eu realmente quero descanso no amor. Odeio ser solteira. Eles insistem em te ver como forte demais para me aguentar. Ou fraca demais para me aguentar.  Ser solteira para quem prioriza amor não é vantagem", falou ela, que em agosto do ano passado terminou o noivado com o empresário Yugnir Ângelo.

Ainda na rede social, ela idealizou como seria sua vida caso tivesse um companheiro desde quando se tornou famosa. "Se eu tivesse um grande amor no começo eu não teria financeiramente o que tenho, mas seria bem feliz e seria exemplo pra muito gente.  Contar histórias de verdade nunca me fizeram imaginar que atingiriam tanta gente que vive o mesmo", refletiu ela.

Nos comentários, os fãs demonstraram carinho pela cantora após o desabafo. "Você ainda terá um grande amor. Tudo tem seu momento na vida", falou um. "O que Deus está preparando para você é maravilhoso", disse outra. "Fique com o coração tranquilo. Tudo tem seu tempo", escreveu mais uma.

Logo depois, Marília tratou de tranquilizar os admiradores e pediu carinho. "Meus fãs, não fiquem tristes. Vocês escolheram uma artista que sofre. Entendam: amor por fã nada tem a ver com o romântico.  Não me machuquem e nem machuquem quem supostamente pode estar tentando por um fim nessa bagunça com suposições. Assim me ajudam muito. Preciso muito de carinho. Quem ler, evite foto, me dê um abraço. É um pedido de favor. Os pedidos de apenas fotos assustam qualquer ser humano. ninguém quer ser tratado com objeto. Vocês não imaginam o quanto nós, no fundo, sozinhos, necessitamos de uma palavra de carinho, de um abraço, um beijo na testa, um 'é isso' pra se sentir de verdade", finalizou ela.