Topo

Televisão

Silvio Santos recebe ligação de Bolsonaro e elogia: "Começou acertando"

Reprodução/SBT
Silvio Santos fala com Bolsonaro durante o Teleton Imagem: Reprodução/SBT

Gilvan Marques

Do UOL, em São Paulo

10/11/2018 22h45

O apresentador e dono do SBT Silvio Santos recebeu ligação do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), durante a exibição do Teleton neste sábado (10). É a primeira vez que um presidente da República liga para a campanha, criada com o objetivo de ajudar às crianças da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente).

Na conversa, Silvio disse que não falaria o que realmente pensa, mas fez questão de elogiar a atuação do presidente afirmando que Bolsonaro "já começou acertando". (Assista ao vídeo abaixo)

"Presidente, eu fico muito contente por receber um telefonema seu. Isso porque, nesses 21 anos em que faço o Teleton, é a primeira vez que um presidente me dá esse prazer. Então gostaria de cumprimentá-lo, de parabenizá-lo. Sei que o Brasil não é um peso leve. Sei que o Brasil precisa de um presidente que tenha vontade de acertar e o senhor, nas primeiras medidas que tomou, já começou acertando", disse Silvio.

"Aliás, eu não vou falar aquilo que penso, mas acho que nos próximos oito anos o senhor vai ficar no nosso governo e depois nos outros oito anos, tenho a impressão, é um palpite, não sou político, mas a sua escolha do juiz Sergio Moro [para o Ministério da Justiça]… então eu acho que você pode ficar oito anos, depois passando para o Moro e ele fica mais oito. Então, o Brasil vai ter 16 anos de homens com vontade de fazer o Brasil caminhar. Pode ser que isso não aconteça, mas se depender, eu não vou viver até lá, é claro, mas se depender da minha vontade e das pessoas que querem um Brasil pra frente, oito anos com Bolsonaro e oito anos com Moro, [o país] vai ter 16 anos de um bom caminho. Peço a Deus que isso se realize", concluiu o empresário. 

Em seguida, Bolsonaro agradeceu as palavras de Silvio Santos. "Eu agradeço por me atender. Sou um fã seu. Eu já acompanho o Teleton há um bom tempo. Realmente, é um reconhecimento muito grande da sociedade. E a grande contribuição que posso dar agora é pedir, respeitosamente, a quem votou em mim e a quem não votou também, que faça uma doação de pelo menos R$ 5, porque o trabalho de vocês é realmente fantástico", discursou o presidente.

Sobre os elogios de Silvio a Sergio Moro, Bolsonaro declarou. "Mérito dele [de Sergio Moro], não é nosso. Um homem que nos deu esperança que podemos viver num país com menos corrupção, onde possamos atacar o crime organizado para o bem de todos. Esperamos que com o trabalho do Moro, bem como de outros que estão se aproximando do nosso governo, nós possamos realmente botar o país no local de destaque que ele merece, bem como transformar o nosso país aqui não só habitável, mas um país onde as pessoas possam conviver com ordem, harmonia e sejam mais felizes", afirmou. 

Evento beneficente

Criado nos Estados Unidos na década de 60, o Teleton foi exibido pela primeira vez no Brasil em 1998 graças à iniciativa do apresentador, empresário Silvio Santos.

Ele teve a ideia de "importar" o projeto beneficente depois que uma de suas netas, Luana, filha de Silvia Abravanel, nasceu com síndrome de galoctsemia, doença genética marcada pela incapacidade de metabolizar a galactose, o açúcar típico do leite, e de um déficit neurológico causado pelo atraso no parto.

O objetivo do Teleton, no Brasil, é arrecadar fundos para  Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), uma entidade privada, sem fins lucrativos, e que trabalha em benefício de pessoas com deficiência física.

Em 20 anos, o volume arrecadado já ultrapassa os R$ 300 milhões, investidos no lançamento de novas unidades e na manutenção das já existentes.

Em 2018, o evento conta com a transmissão simultânea do SBT. As TVs Globo, Record, Cultura, Rede TV!, Band, TV Gazeta e Nickelodeon cederam artistas para participarem também do Teleton. A meta neste ano foi de R$ 30 milhões.