Topo

Famosos

Selton Mello dá "bronca" na Globo e pede para fazer novela com irmão Danton

Reprodução / TV Globo
Os irmãos Selton e Danton Mello conversam ao vivo no "Video Show" Imagem: Reprodução / TV Globo

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

20/11/2018 15h16

Danton Mello foi às lágrimas ao ser homenageado no "Video Show" de terça-feira (20). Além de rever sua carreira, o ator conversou ao vivo com o irmão, Selton Mello que, em tom de brincadeira, sugeriu à Globo que os dois trabalhem juntos em uma novela.

"Agora uma bronca ao vivo na Rede Globo: Rede Globo, uma novela com a gente fazendo irmãos. Para ontem, a gente quer", disse Selton. Danton, que nunca contracenou com o irmão na TV, concordou: "A gente quer muito trabalhar junto".

Selton elogiou bastante o homenageado do dia, que no último domingo (18) liderou a "Dança dos Famosos".

"Confundem a gente até hoje, me dão parabéns na rua porque danço. Você é um grande ator, um grande irmão, um grande cara. Essa homenagem é muito linda, você é tão surpreendente que virou até dançarino. Ele está gravando minissérie da Hebe, o 'Tá no Ar', é pai e está arrasando na 'Dança'. Você torna tudo mais impressionante ainda", derreteu-se.

Danton retribuiu. "Eu te amo demais, admiro demais você. Nos momentos alegres e difíceis estamos sempre juntos. Um artista completo".

Acidente de helicóptero

Danton se emocionou também ao lembrar o acidente de helicóptero que sofreu em 1998 em Roraima, com a equipe do "Globo Ecologia", que apresentava na época, e revelou o desejo de retornar ao local.

"Tenho muita vontade. Tenho contato com a turma que estava no helicóptero. A gente queria voltar esse ano para documentar, mas apareceram vários trabalhos e não consegui. Eu preciso voltar lá", disse. O ator relatou ainda como foi entrar de novo em um helicóptero desde então.

"Fiquei 13 anos sem voar de helicóptero. Estava em um passeio com uma revista, tinha um helicóptero, pedi para voar, estava em Ushuaia [na Argentina], era um lugar que me lembra lá, inóspito. E eu não me lembro do voo, não sei se durou cinco minutos ou meia hora. Eu chorei, chorei, botei para fora".