PUBLICIDADE
Topo

Televisão

Jornalista do SBT faz tranças e desabafa: "Cabelo não impede credibilidade"

A repórter Tatiane Ferreira, do SBT, desabafou sobre racismo - Reprodução/SBT
A repórter Tatiane Ferreira, do SBT, desabafou sobre racismo Imagem: Reprodução/SBT

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

27/11/2018 15h22

A jornalista Tatiane Ferreira, da TV Vitoriosa, afiliada do SBT em Minas Gerais, apareceu no "SBT Brasil" usando tranças em sinal de protesto. O visual foi um protesto contra quem já falou que ela deveria alisar o cabelo crespo.

Em sua rede social, a repórter e apresentadora compartilhou a imagem dela no "SBT Brasil", durante uma reportagem sobre um caso de feminicídio em Araguari (MG), e desabafou sobre o preconceito que sofreu por ser negra. Ela também exaltou a importância da representatividade na televisão.

" E pensar que já disseram assim: 'Você até que é boa, mas esse seu cabelo chama muita atenção', 'Talvez se você tirar o volume do cabelo ou deixá-lo mais liso', 'Jornalismo não é para você. Com esse cabelo, não', e tantas outras frases. Sabe o que fiz? Permaneci de cabeça erguida. Algumas vezes até chorei. Mas jamais pensei em desistir", escreveu a jornalista.

"O resultado está aí. Hoje sou apresentadora de um telejornal na cidade de Uberlândia (MG). Tenho a oportunidade de realizar meu trabalho, sem precisar me esconder. E meu cabelo não impede a credibilidade da notícia. Pelo contrário, no dia que fiz as tranças tive a chance de mostrar em rede nacional que o negro pode e deve ter orgulho da sua origem e não precisa seguir padrões determinados por 'alguns'. Tenha orgulho de quem você é. Pouco importa o que 'alguns' dizem, seja sempre você! Tu acha que isso é sorte? Pois eu digo que é Deus", completou a repórter.

Televisão