Topo

Famosos

"Se espera dinheiro, esquece", diz Gusttavo Lima para fã que pediu ajuda

Reprodução/Instagram
Gusttavo Lima Imagem: Reprodução/Instagram

Rodrigo Soares

Colaboração para o UOL

28/11/2018 13h41

No sábado (24), o cantor Gusttavo Lima se apresentou em Brasília (DF) e se sensibilizou com a história de Joyce Alvarenga dos Santos, mãe de BrenNo, de 14 anos, que é tetraplégico e precisa de uma cadeira de rodas que custa, segundo ela, em torno de 12 mil reais. Porém, dois dias após a promessa, o sertanejo usou suas redes sociais para dizer que não quer ser pressionado.

"No último show em Brasília ela me pediu uma cadeira de rodas para o filho dela. Quero deixar bem claro que vou dar a cadeira pra ele. A cadeira para o Brenno vai ser concedida, mas quero deixar bem claro que aqui nós temos um tempo certo para fazer as coisas. Não é do dia para a noite que a gente resolve as coisas desse jeito. Nós fizemos o show no sábado, no domingo ninguém trabalha e a gente teve somente ontem para correr atrás disso", explicou.

Em outro momento, ele citou que Joyce foi para as redes sociais reclamar e lembrou que ele não tem obrigação de ajudar.

"Eu me sinto bem, feliz em poder ajudar o Brenno. Mas não é desse jeito, nessa pressão, indo para a rede social, reclamar que a gente não deu a cadeira de rodas. Me dá pelo menos um ou dois dias para resolver. E não funciona assim, nessa pressão, indo para a rede social reclamar. Eu não tenho obrigação de ajudar ninguém. O que eu fiz foi de coração, por amor, e eu espero que você entenda muito bem isso. Eu nunca me senti tão triste e feliz em querer ajudar alguém e a mãe dessa pessoa querer me colocar como errado, como que eu não quis ajudar, como se eu tivesse prometido e não cumprido. Então, Joyce, o show foi sábado, hoje é terça, tenha um pouquinho de paciência que é tudo na hora de Deus. Calma", pediu ele.

Por fim, Gusttavo ainda afirmou que ele dará a cadeira de rodas, e não o dinheiro para a mãe de Brenno.  "O que foi pedido foi uma cadeira de rodas, não foi dinheiro. Então se você está esperando que eu mande dinheiro, esquece. Isso não vai rolar. Brenno, sua cadeira de rodas está chegando, tá, garoto? Espero que você seja muito feliz e que essa cadeira te traga muitas alegrias, que faça a diferença na sua vida. Fico feliz em poder te ajudar", concluiu ele.