Topo

Televisão

"Sofri preconceito quando comecei a namorar Rafa Vitti", diz Tatá Werneck

Reprodução/Instagram/tatawerneck
Rafael Vitti e Tatá Werneck se beijam em viagem Imagem: Reprodução/Instagram/tatawerneck

Jonathan Pereira

Colaboração para o UOL

06/12/2018 23h34

Tatá Werneck aproveitou a presença de Alice Braga no "Lady Night" de quinta-feira (6) para desabafar sobre como foi encarada a diferença de 12 anos entre ela e o namorado, Rafael Vitti. A oportunidade surgiu quando a atriz falava sobre o filme "Eduardo e Mônica", baseado na música do grupo Legião Urbana, e diferença de idade entre as personagens protagonistas.

"Foi muito legal. O Gabriel Leone é um ator incrível, ele tem 25 anos, ficou um menino de 16. Essa coisa de diferença de idade é uma bobagem", afirmou Alice. A apresentadora concordou. "É verdade. Quando comecei a namorar Rafa, eu sofri um preconceito como se as pessoas tentassem encontrar um motivo para justificar por que a gente está junto", recorda.

"É interesse, é isso? E é só amor, não tem nada além disso. É só o que a gente precisa para ficar junto", desabafou. "É colágeno, ele tomar três 'Dramins' e transar comigo a hora que eu quiser, mas também é amor", brincou em seguida.

Com carreira em Hollywood, Alice disse ter vontade de fazer projetos no Brasil e desmistificou quem pensa que a vida na indústria cinematográfica é de luxo e glamour. "É um mundo bem caótico. Parece um sonho, mas não é bem assim não".